Paulo Jobim Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paulo Jobim Filho
Nascimento 1952 (68 anos)
Manaus, AM
Nacionalidade brasileira
Ocupação político e cientista social

Paulo Jobim Filho (Manaus, 1952 é um político brasileiro.

Foi ministro do Trabalho no governo Fernando Henrique Cardoso, de 8 de abril de 2002 a 1 de janeiro de 2003.

Formado pela Escola Naval atinge na ativa o posto de primeiro-tenente, tendo sido mais tarde diplomado no Curso Superior de Guerra (ministrado pela ESG) por indicação do Ministério da Fazenda. Graduou-se em Economia na Universidade de Brasília (UnB).

É mestre em ciências sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Foi Professor assistente na UnB de 1976 a 2004.

Funcionário Público de carreira da Secretaria da Receita Federal do Brasil, exerceu o cargo de Secretário-Executivo do Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo de 1996 a 1999. Em janeiro de 2009 assumiu a Secretaria de Administração da cidade do Rio de Janeiro. Presidiu as Centrais de Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro (Ceasa-RJ) no período de janeiro de 2015 a janeiro de 2017.

Exerceu, até janeiro de 2019, o cargo de Assessor da Diretoria Executiva da Nuclebrás Equipamentos Pesados S.A (Nuclep). Foi Diretor-Geral da Escola de Administração Fazendária do Ministério da Fazenda e Superintendente da Receita Federal na 7ª Região Fiscal no Espírito Santo e no Rio de Janeiro; Secretário-Geral Adjunto do Ministério da Fazenda; Diretor-Superintendente do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro); e Assessor Especial do Ministério da Fazenda. Publicou diversos livros e artigos sobre Administração, Informática e Políticas Públicas.

Atualmente é Secretário Especial de Turismo do Município do Rio de Janeiro.

Precedido por
Francisco Dornelles
Ministro do Trabalho e Emprego do Brasil
2002 — 2003
Sucedido por
Jaques Wagner


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.