Paulo Sérgio Pinheiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paulo Sérgio Pinheiro
Nascimento 8 de janeiro de 1944 (75 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação diplomata, político

Paulo Sérgio de Moraes Sarmento Pinheiro (Rio de Janeiro, 8 de janeiro de 1944)[1] é um acadêmico brasileiro, ex-secretário de direitos humanos e membro da Comissão Nacional da Verdade.[2] É professor aposentado do Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Já prestou serviços para o sistema da Organização das Nações Unidas, tendo exercido o cargo de relator especial para a situação dos direitos humanos de Myanmar. Em 2011, foi nomeado coordenador da Comissão Internacional de Inquérito para a Síria.[4]

Foi escolhido, em 2012, um dos sete integrantes da Comissão Nacional da Verdade, órgão responsável por investigar e apresentar as conclusões sobre os crimes cometidos durante a Ditadura Militar.

Em 2016, Pinheiro criticou o Impeachment de Dilma e disse que isso poderia levar a democrática brasileira a um colapso. Pinheiro também criticou o Michel Temer, pois declarou que a política de Temer poderia levar o Brasil voltar ao mapa da fome e ao aumento da pobreza.[2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Currículo Lattes

Referências

  1. «Paulo Sérgio Pinheiro - Membros da ONMC». Consultado em 28 de junho de 2009. Arquivado do original em 21 de maio de 2003 
  2. a b «Paulo Sérgio Pinheiro - CNV - Comissão Nacional da Verdade». www.cnv.gov.br. Consultado em 8 de janeiro de 2017 
  3. «Brazil's Truth Commission». Brown University. 2015 
  4. The Independent Expert: Paulo Sérgio Pinheiro | The United Nations Secretary General’s Study on Violence Against Children. Página acessada em 5 de junho de 2013.