Fernando Bezerra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nota: Se procura o político pernambucano, consulte: Fernando Bezerra Coelho.
Fernando Bezerra
Fernando Bezerra
Senador pelo  Rio Grande do Norte
Período 1 de janeiro de 1995
até 31 de janeiro de 2007
Ministro da Integração Nacional do  Brasil
Período 19 de julho de 1999
até 15 de maio de 2001
Sucessor(a) Ramez Tebet
Dados pessoais
Nascimento 20 de fevereiro de 1941 (77 anos)
Santa Cruz, (RN)
Partido PTB
Profissão Empresário
linkWP:PPO#Brasil

Fernando Luiz Gonçalves Bezerra (Santa Cruz, 20 de fevereiro de 1941) é um engenheiro civil e tem participação destacada na iniciativa privada e na área governamental e política do Rio Grande do Norte e do Brasil. 

Graduado em engenharia civil, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, e pós-graduado em Engenharia Econômica e Administração de Negócios pela Utah State University – USA, assumiu a Ecocil, uma das empresas da família, ao mesmo tempo que também era funcionário do antigo Departamento de Estradas e Rodagem do Rio Grande do Norte.

Assumiu a Federação das Indústrias do estado.[1] Foi presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI 1995-2002). É sobrinho do major Theodorico Bezerra.

Política[editar | editar código-fonte]

Foi Senador da República por dois mandatos, entre 1994 e 2007; Presidente da CNI – Confederação Nacional da Indústria, eleito em 1995 e reeleito em 1999, e Presidente por cinco mandatos da FIERN – Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte.

Também foi membro do Conselho de Administração do Banco do Nordeste do Brasil S/A, e assumiu o cargo de Ministro de Estado da Integração Nacional, no Governo Fernando Henrique, de 1999 a 2001.

No Senado, participou da Comissão de Educação e foi eleito, por unanimidade, Presidente da Comissão de Assuntos Econômicos. Assumiu a liderança no Senado do Governo Fernando Henrique Cardoso, de 1994 a 1999, e do Governo Luís Inácio Lula da Silva, de 2003 a 2007. 

Foi relator de matérias importantes no Senado Federal, como a Lei de Patentes, o Código de Mineração, a Lei Geral das Telecomunicações e a Lei do Sistema de Financiamento Imobiliário, entre outras.

Ocupou a tribuna do Senado em várias oportunidades, defendendo iniciativas e pontos de vista de interesse do País, como a instalação da segunda refinaria da Petrobras no Nordeste e o andamento das reformas estruturais.

Referências

Precedido por
Garibaldi Alves Filho
Senador pelo Rio Grande do Norte
1995 – 2006
Sucedido por
Rosalba Ciarlini

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.