Ronaldo Sardenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ronaldo Sardenberg
Sardenberg em 2008
12.º Ministro da Ciência e Tecnologia do Brasil
Período 21 de julho de 1999
a 1º de janeiro de 2003
Presidente Fernando Henrique Cardoso
Antecessor(a) Bresser-Pereira
Sucessor(a) Roberto Amaral
Presidente da Agência Nacional de Telecomunicações
Período 1º de julho de 2007
a 1º de novembro de 2011
Ministros Hélio Costa (2007–2010)
José Filardi (2010–2011)
Paulo Bernardo (2011)
Antecessor(a) Plínio de Aguiar Júnior
Sucessor(a) João Batista de Rezende
Dados pessoais
Nome completo Ronaldo Mota Sardenberg
Nascimento 8 de outubro de 1940 (81 anos)
Itu, SP
Alma mater Universidade do Brasil (UFRJ)
Prêmio(s) Ordem Militar de Cristo
Ordem do Mérito Militar[1]
Ordem do Infante D. Henrique
Ordem Nacional do Mérito Científico
Profissão diplomata, político

Ronaldo Mota Sardenberg GCMMGOIHOC (Itu, 8 de outubro de 1940) é diplomata de carreira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil (RJ).

A 20 de dezembro de 1977 foi feito Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, a 28 de Dezembro de 1978 foi feito Oficial da Ordem Militar de Cristo e a 22 de Setembro de 1981 foi elevado a Grande-Oficial daquela Ordem de Portugal.[2]

Foi ministro chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República de 1995 a 1998, responsável pelas políticas nuclear e espacial, pela pesquisa sobre segurança das comunicações.

No governo de Fernando Henrique Cardoso assumiu o Ministério da Ciência e Tecnologia, onde assinou, em nome do governo brasileiro, o acordo com o governo dos Estados Unidos para uso do centro de lançamento de Alcântara. Foi embaixador nas Nações Unidas, na Rússia e na Espanha.

Em 2006, foi condecorado pelo vice-presidente José Alencar com a honraria máxima da Ordem do Mérito Militar, a Grã-Cruz especial.[1]

Presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de 2007 a 2011, sucessor do conselheiro Plínio de Aguiar Júnior.[3][4]

Referências

  1. a b BRASIL, Decreto de 20 de março de 2006.
  2. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Ronaldo Motta Sardenberg". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 2 de abril de 2016 
  3. BRASIL, Decreto de 26 de junho de 2007.
  4. BRASIL, Decreto de 31 de outubro de 2011.

Precedido por
Bresser-Pereira
Ministro da Ciência e Tecnologia do Brasil
1999 — 2003
Sucedido por
Roberto Amaral