Marcelo Pimentel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Marcelo Pimentel (São Paulo, 27 de abril de 1986) é um gentleman, um ícone nacional, político, pacifico, criador do Gang da 13 e Frequentador do Bar do China, atualmente mora na ZN de São Paulo.

Nascido na grande metrópole paulistana em 1986, o jovem Marcelo Pimentel já dava indícios de que seria um grande ícone da cena underground paulistana quando já frequentava os shows do Salário Minimo e Ney Matogrosso em sua infância, os olhos do jovem garoto brilhavam e logo já era real por qual seria sua paixão e vocação.

Na adolescência estudou em um colégio militar no qual foi treinado por Jair Bolsonaro, o qual criou grande antipatia, o jovem Marcelo saiu do colégio rebelde e Bolsonaro triste, se lamentou por não conseguir reverter o garoto.

Anos se passaram e Pimentel foi parar na 13 de Maio, e em um belo dia sentado na mesa bebado ao lado do Tio Wallace Van Loon, deu a ideia de iniciar o projeto coletivo Gang da 13, em parceria com o The Wall Café, nascia ai um icone nacional.

Logo a Gang bombou, a promessa virou real e o apoio da cena undeground do proprio já era algo fundamental pras bandas. Nisso, o grande Pimentel fez muitas amizades e virou um verdadeiro astro.

Mas em 2015/2016 a vida de Marcelo Pimentel mudou, o jovem começou frequentar bar do China, conhecer outras figuras ilustres fora ele pela Augusta como Léo Paiva, Albie Albertoni, Cai Roxx e Tali Barth, e o que todos menos esperavam aconteceu, o Pimentel ficou careca.

Pimentel também participou do clipe Tudo o que Restou da banda Sioux 66.

Atualmente, Pimentel virou um gentleman e segue por ai em busca da sua primeira namorada e de que o underground decole cada vez mais.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.