Antônio Luiz Rocha Veneu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Antônio Luiz Rocha Veneu
Nascimento 25 de setembro de 1928
Vassouras
Morte 24 de junho de 2011 (82 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Alma mater Academia Militar das Agulhas Negras
Ocupação militar
Empregador Exército Brasileiro

Antônio Luiz Rocha Veneu (Vassouras, 25 de setembro de 1928Rio de Janeiro, 24 de junho de 2011) foi um militar brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi declarado Aspirante a Oficial em 1948, na Academia Militar das Agulhas Negras. Como Coronel, comandou o 11.º Grupo de Artilharia de Campanha.

Promovido a General de Brigada em 31 de março de 1981, foi nomeado Diretor de Movimentações. Em 1983, foi comandar a 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, em Florianópolis. em 1985, foi Chefe do estado-maior do III Exército.

Em 31 de julho de 1986, foi promovido a General de Divisão e designado Diretor de Especialização e Extensão, no Rio de Janeiro. Em dezembro de 1987, assumiu o Comando da 1ª Divisão de Exército, também no Rio de Janeiro. Promovido a general-de-exército em 31 de março de 1990, assumiu a Secretaria de Economia e Finanças, em Brasília.

Em 7 de janeiro de 1991, foi nomeado o primeiro Comandante de Operações Terrestres. Em abril do mesmo ano, foi nomeado para o cargo de Ministro Chefe do Estado Maior das Forças Armadas (EMFA). Permaneceu como ministro até 1993, durante os governos de Fernando Collor e Itamar Franco.

Já na reserva, foi indicado para o cargo de Conselheiro Militar da Missão Permanente do Brasil, junto à Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, onde permaneceu no período de 25 de junho de 1993 a 25 de junho de 1995.[1]


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.