Agenor de Carvalho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Agenor de Carvalho
Nome completo Agenor Francisco Homem de Carvalho
Nascimento 23 de novembro de 1933 (88 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileiro
Ocupação General de divisão e político
Prêmios

Agenor Francisco Homem de Carvalho GCIHGOMM (Rio de Janeiro, 23 de novembro de 1933) é um general de divisão e político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ingressou na carreira militar em 2 de feevreiro de 1953, na Academia Militar das Agulhas Negras, onde graduou-se aspirante-a-oficial de artilharia em 15 de fevereiro de 1955.

Foi promovido a segundo tenente em 25 de setembro de 1955, a primeiro tenente em 25 de dezembro de 1957 e a capitão em 25 de abril de 1961.

Ascendeu ao posto de major em 25 de dezembro de 1968 e em 1969, foi o primeiro colocado de sua turma na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, recebendo por isso a medalha Marechal Hermes de prata dourada com uma coroa.

Foi promovido a tenente-coronel em 31 de agosto de 1975 e a coronel em 25 de dezembro de 1980. Nesse posto, foi adido militar em Roma, na Itália.

Promovido a general de brigada em 31 de março de 1988, comandou a 11.ª Brigada de Infantaria Blindada, em Campinas, no período de 2 de maio de 1988 a 26 de janeiro de 1990.[3]

Foi chefe do Gabinete Militar no governo Fernando Collor de Melo, de 15 de março de 1990 a 2 de outubro de 1992.[4]

A 2 de Julho de 1991 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique de Portugal.[2] Admitido à Ordem do Mérito Militar, Agenor foi promovido em agosto de 1992 ao grau de Grande-Oficial.[1]

Em 31 de março de 1992, atingiu o posto de general de divisão, indo para a reserva em 1997. Mora atualmente no Rio de Janeiro.

Referências

  1. a b BRASIL, Decreto de 4 de agosto de 1992.
  2. a b «Cidadãos Estrangeiras Agraciados com Ordens Nacionais». Resultado da busca de "Agenor Francisco Homem de Carvalho". Presidência da República Portuguesa (Ordens Honoríficas Portuguesas). Consultado em 1 de março de 2016 
  3. «Antigos Comandantes da 11ª Brigada de Infantaria Blindada». Consultado em 19 de julho de 2021 
  4. «Gabinete de Segurança Institucional (GSI)». Departamento de Segurança da Informação e Comunicações do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. Consultado em 3 de janeiro de 2015 

Precedido por
Rubens Bayma Denys
Coat of arms of Brazil.svg
37º Chefe do Gabinete Militar da Presidência da República

1990 — 1992
Sucedido por
Fernando Cardoso