Margarida Procópio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Margarida Procópio
1.ª Ministra da Ação Social do Brasil
Período 15 de março de 1990
a janeiro de 1992
Presidente Fernando Collor
Sucessor(a) Ricardo Fiuza
Secretária Estadual do Gabinete Civil de Alagoas
Período 14 de maio de 1989
a 15 de março de 1990
Governador Moacir de Andrade
Secretária Municipal de Administração de Maceió
Período 15 de março de 1979
a 14 de maio de 1982
Prefeito Fernando Collor
Dados pessoais
Nascimento 26 de dezembro de 1939 (82 anos)
Maceió, AL
Nacionalidade brasileira
Alma mater Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
Prêmio(s) Ordem do Mérito Militar[1]
Profissão assistente social

Margarida Maria Maia Procópio GOMM (Maceió, 26 de dezembro de 1939) é uma assistente social brasileira.[2] Foi ministra da Ação Social durante o governo Collor. Por Alagoas, foi secretária do Gabinete Civil no governo Moacir de Andrade e secretária de Administração da capital Maceió durante o mandato de Collor como prefeito.[3]

Em agosto de 1990, como ministra, Margarida foi admitida por Collor à Ordem do Mérito Militar no grau de Grande-Oficial especial.[1]

Referências

  1. a b BRASIL, Decreto de 9 de agosto de 1990.
  2. Dicionário mulheres de Alagoas ontem e hoje
  3. «Ministério Fernando Collor». Consultado em 7 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 8 de outubro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.