Marcos Antônio de Salvo Coimbra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Marcos Antônio de Salvo Coimbra (Curvelo, 1927Belo Horizonte, 19 de janeiro de 2013) foi um advogado, diplomata e político brasileiro.

Pai de três filhos, Marcos Antônio Coimbra (vox populi), Gastão Coimbra (falecido) e Fernando Coimbra (diplomata). Após enviuvar muito cedo (de Marta Estellita Lins Coimbra), casou-se com Leda Collor de Mello. Foi diplomata brasileiro, servindo seu país por mais de 20 anos em diversos países americanos, africanos e europeus. Aceitou o cargo de Secretário-geral da Presidência da República durante o governo Fernando Collor de Mello, de 15 de março de 1990 a 2 de outubro de 1992.

Sofreu diversas acusações por conta do escândalo do impeachment em 1992, mas foi absolvido de todas as acusações feitas. Nos últimos anos, morava em Belo Horizonte, estava debilitado e tinha mal de Alzheimer.

Precedido por
Luís Roberto Andrade Ponte
Ministro chefe do Gabinete Civil
1990 — 1992
Sucedido por
Henrique Hargreaves
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.