Rossieli Soares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rossieli Soares
Secretário da Educação do Estado de São Paulo
Período 1º de janeiro de 2019
até atualidade
Governador João Doria
Antecessor João Cury
Ministro da Educação do Brasil
Período 10 de abril de 2018
até 31 de dezembro de 2018
Presidente Michel Temer
Antecessor José Mendonça Filho
Sucessor Ricardo Vélez Rodríguez
Secretário da Educação do Estado do Amazonas
Período 3 de setembro de 2012
até 24 de maio de 2016
Governadores Omar Aziz (2012-2014)
José Melo (2014-2016)
Antecessor Gedeão Timóteo Amorim
Sucessor José Augusto de Melo Neto
Dados pessoais
Nascimento 9 de outubro de 1978 (40 anos)
Santiago, RS
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Universidade Luterana do Brasil
Profissão Advogado

Rossieli Soares da Silva (Santiago, 9 de outubro de 1978[1]) é um advogado brasileiro. Foi Secretário de Educação do Estado do Amazonas e Ministro da Educação do Brasil no Governo Temer. Atualmente é Secretário da Educação do Estado de São Paulo.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formou-se em Direito pela Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) em 2003. Foi Secretário de Estado de Educação do Governo do Amazonas e Presidente do Conselho Estadual de Educação do Amazonas de agosto de 2012 até maio de 2016. Também foi vice-presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação (Consed), entre 2015 e 2016.[3]

Em 2017, sob a orientação da professora Lina Kátia Mesquita de Oliveira, obtém o título de mestre em Gestão e Avaliação da Educação Pública pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) defendendo a dissertação Avaliação de desempenho docente: uma proposta para a Rede Estadual de Ensino do Amazonas, na qual teve como seu principal referencial teórico a pedagoga Nathalia Cassettari[4], doutora em Educação pela Universidade de São Paulo e professora da Universidade de Brasília.

Foi Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC) e Conselheiro da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação (CNE), no qual atuou diretamente na política de reformulação do Novo Ensino Médio, sancionada em fevereiro de 2017 e na Base Nacional Comum Curricular da educação infantil e ensino fundamental, homologada pelo Ministro da Educação em dezembro de 2017.[5]. No final do mandato presidencial de Michel Temer, assumiu o cargo de ministro da educação, desempenhando a função de abril de 2018 a dezembro de 2018.

Durante entrevista para a Agência Brasil, em outubro de 2018, Rossieli Soares afirmou que o Brasil já tem canais de denúncia para excessos na prática docente e, portanto, não precisaria de uma lei como a do Escola sem Partido[6].

Em 2019, foi nomeado pelo Governador João Dória como Secretário Estadual de Educação do Estado de São Paulo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Precedido por
José Mendonça Filho
Ministro da Educação do Brasil
2018
Sucedido por
Ricardo Vélez Rodríguez
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.