Júlio Furquim Sambaqui

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Júlio Furquim Sambaqui (Ribeirão Preto, 19 de dezembro de 1906Rio de Janeiro, 21 de maio de 1982) foi um contabilista, educador e político brasileiro.

Foi ministro da Educação no governo João Goulart, de 21 de outubro de 1963 a 6 de abril de 1964, sucedendo a Paulo de Tarso Santos. Foi casado com Lydia Sambaquy, criadora do IBBD - Instituto Brasileiro de Bibliografia e Documentação.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Paulo de Tarso Santos
Ministro da Educação e Cultura do Brasil
1963 — 1964
Sucedido por
Luís Antônio da Gama e Silva


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.