Antônio Ferreira de Oliveira Brito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antônio Ferreira de Oliveira Brito
Nascimento 8 de outubro de 1908
Ribeira do Pombal
Morte 3 de julho de 1997 (88 anos)
Salvador
Nacionalidade  Brasileiro
Ocupação Advogado

Antônio Ferreira de Oliveira Brito (Ribeira do Pombal, 8 de outubro de 1908Salvador, 3 de julho de 1997) foi um advogado e político brasileiro.

Formou-se em direito pela Faculdade de Direito da Bahia, em 1933. Casou dois anos depois, em 1935, com Edith de Oliveira Brito, com quem teve três filhas: Mariuche, Eunice e Terezinha Brito. Logo após o casamento, Oliveira Brito iniciou sua carreira como juiz na cidade de Cícero Dantas, no interior da Bahia.

Foi deputado federal, Ministro de Minas e Energia e ministro da Educação e Cultura no governo parlamentarista de João Goulart, de 8 de setembro de 1961 a 11 de julho de 1962.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Brígido Fernandes Tinoco
Ministro da Educação e Cultura do Brasil
1961 — 1962
Sucedido por
Roberto Lira
Precedido por
Eliezer Batista
Ministro de Minas e Energia do Brasil
1963 — 1964
Sucedido por
Costa e Silva


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.