Luiz Carlos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Luiz Carlos dos Santos.
Luiz Carlos Santos
Nascimento 26 de maio de 1932
Araxá
Morte 31 de janeiro de 2013 (80 anos)
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação político
Causa da morte ataque cardíaco

Luiz Carlos Santos (Araxá, 26 de maio de 1932São Paulo, 31 de janeiro de 2013) foi um político brasileiro.[1]

Exerceu o cargo de ministro extraordinário para coordenação de assuntos políticos no governo Fernando Henrique Cardoso e articulador da emenda pela reeleição.[1]

Biografia e carreira[editar | editar código-fonte]

Luiz Carlos Santos formou-se em administração de empresas pela FGV e em direito pela Universidade de São Paulo.[1]

Foi vereador em São Paulo, deputado estadual e deputado federal. Nos governos de Orestes Quércia e Luiz Antônio Fleury Filho (estado de São Paulo), exerceu os cargos de secretário de Negócios Metropolitanos (1988), Habitação e Desenvolvimento Urbano (1988 a 1990) e Energia e Saneamento (1993 e 1994).[1]

Presidiu, entre 1985 e 1987, a Assembleia Legislativa de São Paulo, o que lhe permitiu exercer interinamente, por seis dias, o cargo de governador.[2]

Em 1998, candidatou-se a vice-governador de São Paulo na chapa de Paulo Maluf. Derrotado, assumiu a presidência da Furnas Centrais Elétricas, cargo que exerceu de 1999 a 2002.[2]

Morreu vítima de infarto, enquanto dormia, deixando a esposa, Maria Aparecida de Faria Santos, duas filhas e três netos.[2] Estava filiado ao Partido Social Democrático.[1]

Referências

  1. a b c d e «Morre em São Paulo o ex-ministro Luiz Carlos Santos». Portal G1. 31 de janeiro de 2013. Consultado em 2 de fevereiro de 2013 
  2. a b c «Ex-ministro Luiz Carlos Santos morre aos 80 em SP». Folha de S.Paulo. 31 de janeiro de 2013. Consultado em 2 de fevereiro de 2013