Rodrigo de Sousa da Silva Pontes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rodrigo de Sousa da Silva Pontes
Nascimento 27 de outubro de 1799
Morte 30 de janeiro de 1855 (55 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação jornalista, político

Rodrigo de Sousa da Silva Pontes (Salvador, 27 de outubro de 1799Buenos Aires, 30 de janeiro de 1855) foi um magistrado, político, jornalista e diplomata brasileiro.

Filho de Antônio Pires da Silva Pontes Leme e Caetana Malheiros. Formado em direito pela Universidade de Coimbra, foi desembargador e conselheiro de estado.

Foi redator do jornal Correio Official da Província de São Pedro, que circulou de 1834 a 1835, em Porto Alegre, sendo apelidado pelos adversários como Ganimedes e Madama Pontes[1]. Era juiz de direito em Rio Pardo em 1834, sendo transferido para Porto Alegre no mesmo ano. Foi o deputado provincial mais votado na 1ª Legislatura da Assembléia Legislativa Provincial do Rio Grande do Sul.

Foi presidente das províncias de Alagoas, de 23 de agosto de 1836 a 18 de abril de 1838, e do Pará, de 29 de abril de 1842 a 27 de junho de 1843, comendador da Imperial Ordem de Cristo e membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Escreveu uma Memória histórica sobre as causas e acontecimentos que mais imediatamento precederam a sedição de 20 de setembro de 1835, na cidade de Porto Alegre, capital da província do Rio Grande do Sul.[1]

Faleceu enquanto ministro plenipotenciário do Brasil na Argentina.[1]

Fontes de referência[editar | editar código-fonte]

  • BLAKE, Augusto Victorino Alves Sacramento, 1900, "Diccionario bibliographico brazileiro", Typographia Nacional, Rio de Janeiro, vol. 6.
  • JUNG, Roberto Rossi. A gaúcha Maria Josefa, primeira jornalista brasileira. Martins Livreiro, Porto Alegre, 2004.
  1. a b c BARRETO, Abeillard. Primórdios da Imprensa no Rio Grande do Sul. Comissão Executiva do Sesquicentenário da Revolução Farroupilha, Porto Alegre, 1986.


Precedido por
Antônio Joaquim de Moura
Presidente da província de Alagoas
1836 — 1838
Sucedido por
Agostinho da Silva Neves
Precedido por
Bernardo de Sousa Franco
Presidente da província do Pará
1842 — 1843
Sucedido por
José Tomás Henriques


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.