José Martins Pereira de Alencastre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

José Martins Pereira de Alencastre (18311871) foi professor, historiador[1] e político brasileiro.

Retrato de José Martins Pereira de Alencastre.

Foi presidente das províncias de Goiás, de 21 de abril de 1861 a 26 de junho de 1862, e de Alagoas, de 30 de junho de 1866 a abril de 1867.

No Piauí foi promotor público, em Oeiras, então capital da província, onde em 1857 publicou a obra: Memória Cronológica, Histórica e Corográfica da Província do Piauí, publicada no tomo XX da Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (GONÇALVES, 2003, P.24)[2].

É patrono da cadeira numero 7 da Academia Goiana de Letras[3]

Referências

  1. GONÇÁLVES. Wilson Carvalho. Dicionário Enciclopédico Piauiense Ilustrado 1549 - 2003. Teresina; Halley S. A.Gráfica e Editora, 2003. páginas 24 e 25
  2. Idem, ref. 1
  3. Biografia de José Martins Pereira de Alencastre. Academia Goiana de Letras. Página visitada em 07/09/2014

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Antônio Manuel de Araújo e Melo
Presidente da província de Goiás
1861 — 1862
Sucedido por
Caetano Alves de Sousa Filgueiras
Precedido por
Galdino Augusto da Natividade Silva
Presidente da província de Alagoas
1866 — 1867
Sucedido por
Galdino Augusto da Natividade Silva


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.