Olinto José Meira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Olinto José Meira
Nascimento 7 de julho de 1829
Morte 9 de outubro de 1901 (72 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação político

Olyntho José Meira de Vasconcelos (Souza, Paraíba, 7 de julho de 18299 de outubro de 1901) foi magistrado e político brasileiro. Foi presidente da província do Rio Grande do Norte, de 30 de julho de 1863 a 21 de agosto de 1866.

Nasceu em Sousa, Paraíba, filho do capitão-mor José Bento Meira de Vasconcelos e de Isabel Cândida da Anunciação Meira.

Formado em Direito pela Faculdade de Olinda, em 1851, logo foi nomeado promotor público de Sousa.

Chefe de polícia no Pará, em 1861 e presidente da província de 1 de novembro de 1863 a 29 de fevereiro de 1864. Deputado provincial da Paraíba nas 10.ª, 11.ª e 12.ª legislaturas, de 1854 a 1859. Deputado geral pela mesma província na 10.ª legislatura, de 1859 a 1860.

Foi casado duas vezes: a primeira, com Maria Joaquina de Albuquerque Sá; e o segundo, em junho de 1872, com Maria Generosa Meira Ribeiro Dantas, neta do Barão de Mipibu, membro da importante família Ribeiro Dantas, do Rio Grande do Norte. Com geração nos dois casamentos, sendo, que, do primeiro, nasceu Francisco de Sales Meira e Sá.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Francisco Carlos de Araújo Brusque
Presidente da província do Pará
1863 — 1864
Sucedido por
João Maria de Morais
Precedido por
Vicente Alves de Paula Pessoa
Presidente da província do Rio Grande do Norte
1863 — 1866
Sucedido por
Luís Barbosa da Silva


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.