Otaviano Cabral Raposo da Câmara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Otaviano Cabral Raposo da Câmara (15 de outubro de 1819[1]10 de novembro de 1880[2]) foi um político conservador brasileiro. Foi presidente da província do Rio Grande do Norte, de 19 de maio a 18 de junho de 1858 e de 17 de fevereiro a 22 de março de 1870. Também serviu como deputado provincial, tendo ocupado por mais de uma vez a presidência do Poder Legislativo da província, e como deputado geral.

Natural de Bonito, Pernambuco, era filho de Gabriel Arcanjo Raposo da Câmara e de Maria Francisca de Oliveira Cabral. Seus irmãos Leocádio e Jerônimo Cabral Raposo da Câmara também foram figuras políticas do Rio Grande do Norte. Era também tio-bisavô de Luís da Câmara Cascudo[3].

Faleceu vítima de lesão cardíaca em Bonito, Pernambuco, solteiro.

Referências

  1. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 22 de novembro de 2012. Arquivado do original (PDF) em 22 de março de 2014 
  2. «Passamento». Hemeroteca Digital Brasileira. Jornal do Recife. 15 de novembro de 1880. Consultado em 16 de março de 2018 
  3. [1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Bernardo Machado da Costa Dória
Presidente da província do Rio Grande do Norte
1858
Sucedido por
Antônio Marcelino Nunes Gonçalves
Precedido por
Pedro de Barros Cavalcanti de Albuquerque
Presidente da província do Rio Grande do Norte
1870
Sucedido por
Silvino Elvídio Carneiro da Cunha
Precedido por
Francisco de Sousa Ribeiro Dantas
Presidente da Assembleia Provincial do Rio Grande do Norte
1852 — 1853
Sucedido por
Antônio Joaquim Rodrigues
Precedido por
José Moreira Brandão Castelo Branco
Presidente da Assembleia Provincial do Rio Grande do Norte
1866
Sucedido por
Amaro Carneiro Bezerra Cavalcante


Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.