Frederico de Almeida e Albuquerque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Frederico de Almeida e Albuquerque (Paraíba, c. 18058 de julho de 1879) foi um político brasileiro.

Bacharel em direito pela Universidade de Coimbra, chefe do Partido Conservador, comendador.

Foi deputado geral, presidente de província e senador do Império do Brasil de 1857 a 1879.

Foi presidente das províncias da Paraíba, de 4 de abril a 8 de maio de 1851, de 7 de outubro a 22 de outubro de 1853, de 24 de outubro de 1870 a 13 de abril de 1871, e de 17 de outubro de 1871 a 23 de abril de 1872, do Piauí, de 1 de dezembro de 1855 a 8 de outubro de 1856, de Pernambuco, de 5 de novembro de 1869 a 16 de abril de 1870, e do Maranhão, de 2 de fevereiro a 7 de dezembro de 1876.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Agostinho da Silva Neves
Presidente da província da Paraíba
1851
Sucedido por
Francisco Antônio de Almeida e Albuquerque
Precedido por
Flávio Clementino da Silva Freire
Presidente da província da Paraíba
1853
Sucedido por
João Capistrano Bandeira de Melo
Precedido por
Balduino José Coelho
Presidente da província do Piauí
1855 — 1856
Sucedido por
Lourenço Francisco de Almeida Castanho
Precedido por
Manuel do Nascimento Machado Portela
Presidente da província de Pernambuco
1869 — 1870
Sucedido por
Francisco de Assis Pereira Rocha
Precedido por
Venâncio José de Oliveira Lisboa
Presidente da província da Paraíba
1870 — 1871
Sucedido por
José Evaristo da Cruz Gouveia
Precedido por
José Evaristo da Cruz Gouveia
Presidente da província da Paraíba
1871 — 1872
Sucedido por
José Evaristo da Cruz Gouveia
Precedido por
Frederico José Cardoso de Araújo Abranches
Presidente da província do Maranhão
1876
Sucedido por
Jacinto José Gomes


Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.