Alfredo Neves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Alfredo da Silva Neves)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Alfredo Neves
Presidente do Conselho Administrativo
do Rio de Janeiro Bandeira do estado do Rio de Janeiro.svg
Período em 1939 1ª vez
e 29 de outubro a 6 de novembro de 1945 2ª vez
Antecessor Amaral Peixoto 1ª vez
Amaral Peixoto
Sucessor Amaral Peixoto 2ª vez
Abel Magalhães
Dados pessoais
Nascimento 27 de novembro de 1887
Barra Mansa
Morte 24 de junho de 1975 (87 anos)
Barra Mansa
Partido PSD
Profissão jornalista, professor e médico

Alfredo da Silva Neves, ou simplesmente Alfredo Neves (Barra Mansa, 27 de novembro de 1887 — Barra Mansa, 24 de junho de 1975) foi um médico, jornalista, professor e político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Alfredo de Araújo Neves e Amália da Silva, lecionou na Faculdade de Medicina de Niterói (hoje pertencente à Universidade Federal Fluminense), sendo ainda deputado estadual entre 1923 e 1926, secretário de Estado, presidente do Conselho Administrativo do Estado do Rio de Janeiro, tendo chegado a governá-lo no ano de 1939, quando era interventor federal do Estado, Ernani do Amaral Peixoto; se licenciou do cargo de interventor para atuar na aproximação do Brasil aos países Aliados e novamente no período de 29 de outubro a 6 de novembro de 1945, quando do fim do Estado Novo e nova saída de Amaral Peixoto do governo fluminense.[1]


Foi ainda Presidente da Associação Brasileira de Imprensa entre os anos de 1929 a 1930 e deputado federal, entre 1927 e 1930 e senador pelo Estado do Rio, pelo Partido Social Democrático, eleito pelas eleições realizadas em 2 de dezembro de 1945, com 150.154 votos, com início de mandato no ano de 1946, à Assembléia Nacional Constituinte, exercendo o cargo até 1955.

Seu nome foi dado a uma praça no bairro da Taquara, no Rio de Janeiro

Referências[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Amaral Peixoto
Presidente do Conselho Administrativo
1939
Sucedido por
Amaral Peixoto
Precedido por
Amaral Peixoto
Presidente do Conselho Administrativo
29 de outubro a 6 de novembro de 1945
Sucedido por
Abel Magalhães


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. LACOMBE, Lourenço Luiz. Os chefes do Executivo Fluminense. Petrópolis, RJ : Museu Imperial, 1973.