Adalberto Pereira dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
General de Exército
Adalberto Pereira dos Santos
General de Exército
Adalberto Pereira dos Santos
18° Vice-presidente do Brasil
Período 15 de março de 1974
até 15 de março de 1979
Presidente Ernesto Geisel
Antecessor(a) Augusto Rademaker
Sucessor(a) Aureliano Chaves
11º Comandante da AMAN
Período 1 de fevereiro de 1960
ate 5 de fevereiro de 1962
Antecessor(a) João Punaro Bley
Sucessor(a) Pedro Geraldo de Almeida
Dados pessoais
Nascimento 11 de abril de 1905
Taquara, RS, Brasil
Morte 2 de abril de 1984 (78 anos)
Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Escola Militar do Realengo
Esposa Julieta Campos Pereira dos Santos
Partido ARENA
Profissão militar

Adalberto Pereira dos Santos (Taquara, 11 de abril de 1905Rio de Janeiro, 2 de abril de 1984) foi um general e político brasileiro. Foi vice-presidente do Brasil durante o Governo Ernesto Geisel (1974-1979).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Urbano Alves dos Santos e de Otília Pereira dos Santos. Em 1918 ingressou no Colégio Militar de Porto Alegre, seguindo depois para a Escola Militar do Realengo, a Escola de Comando e Estado Maior do Exército (ECEME) e por fim a Escola Superior de Guerra. Participou da Revolução Constitucionalista de 1932 e foi membro da Força Expedicionária Brasileira durante a Segunda Guerra Mundial.

Chegou ao generalato e, entre 1 de fevereiro de 1960 e 5 de fevereiro de 1962, comandou a Academia Militar das Agulhas Negras. Alcançou o posto de General de exército em 1965, sendo o chefe do Estado-Maior do Exército quando o presidente Artur da Costa e Silva baixou o Ato Institucional Número Cinco em 13 de dezembro de 1968. Nomeado ministro do Superior Tribunal Militar, exerceu esse cargo de 16 de abril de 1969 a 9 de julho de 1973.[1] Chegou a presidir a referida corte, no período de 19 de março a 09 de julho desse último ano.

Como requisito para a sua candidatura à vice-presidência da República na chapa do também General gaúcho Ernesto Geisel, filiou-se à ARENA que homologou suas candidaturas em convenção nacional realizada em 14 de setembro de 1973. Os candidatos governistas foram vitoriosos no Colégio Eleitoral em 15 de janeiro de 1974 por ampla margem de votos sobre Ulysses Guimarães e Barbosa Lima Sobrinho, os "anticandidatos" do MDB.

Foi Vice-Presidente da República entre 15 de março de 1974 e 15 de março de 1979.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Almanaque Abril 1986. 12ª edição. São Paulo, Abril, 1986.

Referências

  1. «Ministros do STM desde 1808». Consultado em 18 de dezembro de 2014 


Precedido por
João Punaro Bley
Comandante da AMAN
19601962
Sucedido por
Pedro Geraldo de Almeida
Precedido por
Augusto Rademaker
Vice-presidente do Brasil
1974 — 1979
Sucedido por
Aureliano Chaves



Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.