João Chaves Campelo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
João Chaves Campelo
Presidente do Rio Grande do Sul
Período 10 de fevereiro a
12 de março de 1878
Antecessor(a) Francisco de Faria Lemos
Sucessor(a) Américo de Moura Marcondes de Andrade
Dados pessoais
Nascimento 12 de março de 1838
Pelotas

João Chaves Campelo (Pelotas, 12 de março de 1838 — ?) foi um político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Manuel dos Santos Campelo (Herval, 8 de outubro de 1807-) e Maria Isabel Chaves (Pelotas, 7 de julho de 1818-). Casou-se em Piratini, em 11 de fevereiro de 1865, com Maria da Conceição Crespo (Piratini, 1 de abril de 1838-), filha de Ambrósio Sabino Crespo e Flora da Conceição. Tiveram 3 filhos.

Na vida pública, foi vereador em Pelotas na legislatura de 1869-1872. Foi vice-presidente da província de Rio Grande do Sul no mandato de Francisco de Faria Lemos, assumindo a presidência interinamente, de 10 de fevereiro a 12 de março de 1878.[1][2]

Referências

  1. Revista. Porto Alegre: Museu e Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul. 1952. p. 497 
  2. Galvão, Miguel Archanjo (1894). Relação dos cidadãos que tomaram parte no governo do Brazil no periodo de março de 1808 a 15 de novembre de 1889. Rio de Janeiro: Imprensa nacional. p. 126 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Francisco de Faria Lemos
Presidente da província do Rio Grande do Sul
10 de fevereiro a 12 de março de 1878
Sucedido por
Américo de Moura Marcondes de Andrade
Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.