Edegar Pretto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edegar Pretto
Nascimento 17 de junho de 1971 (46 anos)
Tenente Portela
Nacionalidade  Brasileiro
Ocupação Política

Edegar Pretto (Tenente Portela, 17 de junho de 1971) é um político brasileiro. Filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT), é deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul[1].

Em 2010 foi eleito deputado estadual com 69.233 votos, o mais votado da bancada do PT na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

Edegar Pretto seguiu os passos de seu pai, o deputado federal Adão Pretto, falecido em 2009. Militante forjado nas organizações e movimentos de representação dos trabalhadores do campo e da cidade, Edegar possui uma trajetória marcada por uma profunda identidade e afinidade com as lutas dos movimentos sociais. Nas eleições de 2014, em 5 de outubro, foi reeleito na 54ª legislatura (2015 — 2019). Com 73.122 votos, pela segunda vez foi o deputado mais votado do PT/RS. [2] Assumiu o cargo em 1 de fevereiro de 2015, cujo mandato expira em 1 de fevereiro de 2019.[3]

Além de deputado, Edegar integra o grupo Cantadores do Povo, que anima atos e manifestações através da música.

Edegar Pretto é membro do Comitê Brasileiro Impulsor do Movimento Mundial ElesPorElas, da ONU Mulheres, e coordenador da Frente Parlamentar dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres - que reúne deputados, vereadores e diversos representantes da sociedade, instituições, movimentos sociais e de gênero. Também é coordenador da Frente Parlamentar pela Regularização Fundiária e Frente Parlamentar Gaúcha em Defesa da Alimentação Saudável.

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.