Nelsinho Metalúrgico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nelsinho Metalúrgico
Deputado estadual do  Rio Grande do Sul
Período 1º de janeiro de 2011
até a atualidade
Vereador de Canoas Bandeira canoas.png
Período 1º de janeiro de 2004
até 31 de dezembro de 2010
Dados pessoais
Nascimento 29 de maio de 1960 (57 anos)
Esteio, RS
Cônjuge Márcia Falcão
Partido PT
Profissão economista
metalúrgico

Nelson Luiz da Silva, mais conhecido como Nelsinho Metalúrgico (Esteio, 29 de maio de 1960) é um economista, metalúrgico e político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nelsinho começou a trabalhar ainda muito cedo. Aos 15 anos era metalúrgico na cidade onde nasceu, mas continuou os estudos e formou-se em economia na Universidade do Vale do Rio dos Sinos. É casado com a professora Márcia Falcão e tem três filhos: Stefano, Augusto e Marina.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Iniciou na política como militante em Esteio, quando ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores na cidade. Em 1982, candidatou-se, pela primeira vez, a vereador por Esteio. Mudou-se para Canoas por questões profissionais e assumiu a presidência do Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas e Nova Santa Rita.

Vereador por Canoas[editar | editar código-fonte]

Em 2004, Nelsinho foi eleito o vereador mais votado do PT em Canoas. Já em 2008, foi reeleito com mais de 4 mil votos.

Ao tomar posse em janeiro de 2009, Nelsinho foi eleito presidente da Câmara de Vereadores de Canoas. Na presidência, ele aproximou o poder legislativo da comunidade, informatizou a Câmara e reduziu custos devolvendo mais de R$ 3 milhões para os cofres da Prefeitura de Canoas.[1]

O prefeito do município, Jairo Jorge, convidou Nelsinho Metalúrgico para ser o líder do governo na Câmara. Com o convite, Nelsinho passou a ser braço direito do prefeito em inúmeras realizações.[2]

Deputado estadual[editar | editar código-fonte]

Em 2010 foi eleito deputado estadual pelo Rio Grande do Sul, tomando posse em janeiro de 2011. Em 2014, foi reeleito para um novo mandato na Assembleia Legislativa.[3]

Referências