Jovem Guarda (álbum de Roberto Carlos)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jovem Guarda
Álbum de estúdio de Roberto Carlos
Lançamento Novembro de 1965
Gravação 1965
Gênero(s) Rhythm and blues, surf rock, soft rock, rock and roll, rockabilly, beat, iê-iê-iê, Jovem Guarda
Duração 31:44
Formato(s) LP/CD
Gravadora(s) CBS
Produção Evandro Ribeiro
Cronologia de Roberto Carlos
Roberto Carlos Canta para a Juventude
(1965)
Roberto Carlos
(1966)

Jovem Guarda é o sexto álbum do cantor e compositor Roberto Carlos, de 1965.

Foi gravado no mês de setembro com a banda The Youngsters que aparece nas fotos da contracapa e do encarte, O organista Lafayette foi determinante em canções como Escreva uma Carta meu Amor, Mexerico da Candinha, Eu Te Adoro, Meu Amor e na faixa principal que abre o disco, e que exerceu grande impacto na época.

Álbum[editar | editar código-fonte]

O disco levou o nome do programa apresentado pelo cantor na TV Record, sucesso de audiência na década de 1960. A ideia de batizar o LP como Jovem Guarda foi de Othon Russo, diretor da CBS, argumentando que isto reforçaria tanto a venda do disco como a audiência do programa da Record.

O LP tem como principal destaque "Quero que Vá Tudo pro Inferno", um dos maiores sucessos da carreira do cantor capixaba. A canção abriu o disco, que ainda contou com "Lobo Mau", "O Feio", "Mexerico da Candinha", "Pega Ladrão" e "Não é Papo Pra Mim".

Em 2007, o álbum foi eleito pela revista Rolling Stone Brasil como o 85º melhor disco brasileiro de todos os tempos.[1]

A banda The Youngsters aparece na contracapa e participou de todas as faixas, com sua instrumentação e som característicos. Teve participação proeminente na gravação deste disco, o tecladista Lafayette.

Em 2013, o disco entrou para o Hall da Fama do Grammy Latino.[2]

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Quero que Vá Tudo pro Inferno" (Roberto Carlos / Erasmo Carlos) 3:58
2. "Lobo Mau (The Wanderer)" (E. Maresca / vs. Hamilton Di Giorgio) 2:48
3. "Coimbra" (Raul Ferrão / José Galhardo) 2:41
4. "Sorrindo para Mim" (Helena dos Santos) 2:45
5. "O Feio" (Getúlio Cortes / Renato Barros) 2:25
6. "O Velho Homem do Mar" (Roberto Rei) 1:55
7. "Eu Te Adoro, Meu Amor" (Rossini Pinto) 2:35
8. "Pega Ladrão" (Getúlio Cortes) 2:20
9. "Gosto do Jeitinho Dela" (Othon Russo / Niquinho) 2:39
10. "Escreva uma Carta, Meu Amor" (Pilombeta / Tito Silva) 2:24
11. "Não É Papo pra Mim" (Roberto Carlos / Erasmo Carlos) 2:06
12. "Mexerico da Candinha" (Roberto Carlos / Erasmo Carlos) 3:02
Duração total:
31:44

Banda[editar | editar código-fonte]

  • Roberto Carlos: voz

The Youngsters: todos os instrumentos e faixas (fotos na contracapa)[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Os 100 maiores discos da Música Brasileira Revista Rolling Stone, Outubro de 2007, edição nº 13, página 115. Acesso em 1 de outubro 2015
  2. «Latin GRAMMY Hall Of Fame». The GRAMMYs. Consultado em 8 de dezembro de 2016 


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Roberto Carlos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.