Juncal (Porto de Mós)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
 Portugal Juncal  
—  Freguesia  —
Brasão de armas de Juncal
Brasão de armas
Juncal está localizado em: Portugal Continental
Juncal
Localização de Juncal em Portugal
Coordenadas 39° 36' N 8° 54' O
País  Portugal
Concelho PMS.png Porto de Mós
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente Marco Paulo Barbosa Lopes (PS)
Área
 - Total 26,67 km²
População (2011)
 - Total 3 316
    • Densidade 124,3 hab./km²
Gentílico: juncalense
Código postal 2480-075
Orago S.Miguel
Sítio http://www.freguesia-juncal.pt

Juncal é uma vila e freguesia portuguesa do concelho de Porto de Mós, com 26,67 km² de área e 3 316 habitantes (2011). A sua densidade populacional é de 124,3 hab/km².

Freguesias vizinhas: Montes, Calvaria de Cima, Pedreiras, Aljubarrota, Cós, Maceira.

Localidades[editar | editar código-fonte]

Casal-do-Alho, Picamilho, Andam, Andainho, Casais Garridos, Chão Pardo, Vale d’Água, Albergaria, Cumeira, Boieira.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Juncal [1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1 635 1 764 1 778 1 908 2 191 2 324 2 055 2 434 2 649 2 766 2 647 2 893 3 122 3 241 3 316

Com lugares desanexados desta freguesia foi criada em 1924 a freguesia de Pedreiras

História[editar | editar código-fonte]

Antigamente, quando os terrenos eram mais húmidos, a planta junco terá crescido com abundância nos terrenos, e, daí, o nome “Juncal”. É também por causa da abundância desta planta que uma das mais importantes actividades artesanais foi o fabrico de cestas de junco e teares manuais bastantes simples. Cestos de cerâmica e moedas antigas descobertas na localidade do Andam evidenciaram a presença de civilizações romanas nesta zona. A povoação original localizava-se em S. Miguel do Peral (uma zona agora abandonada). Como este local era bastante desabrigado e com falta de água, os habitantes foram-se mudando para o local onde hoje se situa a vila. Deste modo, em 1560 é fundada a freguesia do Juncal, mantendo como padroeiro S. Miguel. A capela antiga localizada em S. Miguel do Peral foi caindo aos poucos, restando agora apenas a capela-mor do antigo templo, a qual ainda é utilizada uma vez por ano, para a Missa da Segunda feira durante as Festas de S. Miguel, durante o 3.º fim de semana de Agosto.O Juncal foi elevado à categoria de vila em 13 de Julho de 1990. O brasão da freguesia é composto por um escudo verde, duas bilhas douradas, umas “asas” prateadas e quatro hastes de junco dourado a “abraçar” este conjunto. Por cima, há uma coroa mural como 4 torres prateadas e em baixo uma faixa branca com a legenda «JUNCAL—PORTO DE MÓS». Deste modo, estão representadas a loiça do juncal (pelo facto da cerâmica ser uma das grandes actividades nesta vila), o junco que deu o nome à freguesia, e as asas de S. Miguel, o padroeiro da freguesia.

Património[editar | editar código-fonte]

  • A Real Fábrica: Em 1770 foi fundada no Juncal uma fábrica de cerâmica. O seu fundador foi José Rodrigues da Silva e Sousa, e a fábrica obteve o título de Real em Setembro de 1784, fabricando loiça e azulejos. Os azulejos aqui fabricados estão espalhados um pouco por todo o país, havendo inclusivamente um livro que se dedica a dar a conhecer os painéis de azulejos de maior relevância produzidos e onde se encontram.

Monumentos mais antigos (e importantes) na vila:

Equipamentos[editar | editar código-fonte]

Serviços Públicos:

  • Centro Paroquial de Assistência do Juncal (creche)
  • Jardim de Infância
  • Escola do 1.º Ciclo
  • Instituto Educativo do Juncal (1.°; 2.º e 3º ciclos e secundário)
  • Centro de saúde
  • Farmácia
  • Bombeiros Voluntários do Juncal
  • Estação CTT
  • Fundação Faria Tomaz (Lar de idosos com centro de dia).

Costumes e Tradições[editar | editar código-fonte]

Carnaval, Almas Santas, 1.º de Maio, Dia da Espiga, Santos Populares, Pão-por-Deus.

Localidades na zona com valor histórico: Leiria, Batalha, Porto de Mós, S. Jorge, Aljubarrota, Alcobaça, Pombal, Caldas da Rainha, Marinha Grande.

Localidades com praias: Nazaré, Vieira de Leiria, Praia de Paredes, S. Martinho do Porto, Praia do Pedrógão, S. Pedro de Muel, Foz do Arelho.

Referências

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.