Kátia Flávia, a Godiva do Irajá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Kátia Flávia, a Godiva do Irajá"
Single de Fausto Fawcett
do álbum Fausto Fawcett e os Robôs Efêmeros
Lançamento 1987
Formato(s)
Gênero(s) Pop rock
Duração 4:07
Gravadora(s)
Composição
Produção Iraí Campos
Cronologia de singles de Fausto Fawcett
"Juliette"
(1988)

"Kátia Flávia, a Godiva do Irajá" é uma canção do cantor brasileiro Fausto Fawcett, lançada como parte integrante do álbum Fausto Fawcett e os Robôs Efêmeros (1987). Ela foi escrita por Fawcett e Laufer e fez sucesso à época de seu lançamento.

Composição[editar | editar código-fonte]

A canção foi escrita inspirada na imprensa veiculando guerras tratando mísseis, aviões de caça e outros armamentos como protagonistas dos conflitos. Além disso, ela foi composta em um momento em que o país saía da censura da ditadura militar, e temas como sexo começaram a se tornar algo comum. Ela fala sobre uma mulher chamada Kátia Flávia, uma mulher loira e perigosa, originária do bairro carioca do Irajá.[1] A letra ainda cita o míssil Exocet na frase "Alô, polícia! Eu tô usando um Exocet calcinha!".[2]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

A canção recebeu um videoclipe que foi transmitido pelo programa Fantástico em 26 de julho de 1987.[3]

Filme[editar | editar código-fonte]

Fawcett falou sobre um potencial filme inspirado na letra da música, e disse que a atriz Maitê Proença seria a pessoa ideal para ser a protagonista.[4]

Versão de Fernanda Abreu[editar | editar código-fonte]

"Kátia Flávia, a Godiva do Irajá"
Single de Fernanda Abreu
do álbum Raio X
Lançamento 5 de maio de 1997
Formato(s)
Gravação Estúdio Mega, Rio de Janeiro
Gênero(s)
Duração 4:34
Gravadora(s)
Composição
Produção
  • Marcello "Memê" Mansur
  • Fernanda Abreu
Cronologia de singles de Fernanda Abreu
"Brasil é o País do Suingue"
(1996)
"Jack Soul Brasileiro"
(1997)

Em 1997, a canção foi regravada pela cantora Fernanda Abreu. Ela foi lançada como primeiro single do álbum Raio X, lançado pela EMI em 5 de maio de 1997.[5]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

O videoclipe de "Kátia Flávia, a Godiva do Irajá" foi dirigido pelo então marido da cantora, Luiz Stein. Erika Palomino da Folha de S. Paulo disse que o clipe era "pop, moderno, tudo" e elogiou Fernanda por estar "ótima sem a mecha branca no cabelo e roupitcha apertada".[6] Ganhou uma indicação ao MTV Video Music Brasil 1997 na categoria "Escolha da Audiência".

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

CD single[5]
  1. "Kátia Flávia, a Godiva do Irajá" - 4:34

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Versão Categoria Resultado
1997 MTV Video Music Brasil Fernanda Abreu Escolha da Audiência Indicado
Edição em Videoclipe Indicado

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um single de Fernanda Abreu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.