Kepler-4

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kepler-4
Dados observacionais (J2000)
Constelação Draco
Asc. reta 19h 02m 27,7s[1]
Declinação 50° 08′ 08,7″[1]
Magnit. apar. 12,7[2]
Tipo espectral G0[1]
Distância 1630 anos-luz
550[2] pc
Outras denominações
KIC 11853905, KOI 7, GSC 03549-02067, 2MASS J19022767+5008087.[1]

Kepler-4 é uma estrela parecida com o Sol localizada a cerca de 1630 anos-luz da Terra na constelação de Draco. Está no campo de visão da missão Kepler, que é operada pela NASA com o objetivo de achar planetas parecidos com a Terra. Kepler-4b, um planeta extrassolar do tamanho de Netuno que orbita Kepler-4 em uma órbita extremamente pequena, foi anunciado em 4 de janeiro de 2010. Kepler-4b foi o primeiro planeta descoberto pela sonda Kepler, e sua confirmação ajudou a demonstrar a eficácia da nave.

Nomenclatura e história[editar | editar código-fonte]

Kepler-4 foi nomeado a partir da sonda Kepler, que é operada pela NASA com o objetivo de achar planetas parecidos com a Terra que transitam suas estrelas.[3] Como os três primeiros planetas que a sonda Kepler confirmou já tinham sido descobertos, Kepler-4b foi o primeiro planeta descoberto pela equipe Kepler.[4] A estrela e seu planeta foram anunciados em Washington, D.C. em um encontro de astrônomos em 4 de janeiro de 2010, junto com Kepler-5, Kepler-6, Kepler-7 e Kepler-8. Dos planetas anunciados, Kepler-4b é o menor, com cerca do tamanho de Netuno.[5] A descoberta de Kepler-4b e dos outros planetas anunciados nesse encontro ajudou a confirmar a eficácia da sonda.[6]

Características[editar | editar código-fonte]

Comparação de tamanho entre os cinco primeiros planetas descobertos pela missão Kepler. Kepler-4b é o menor dos cinco, destacado em roxo.

Kepler-4 é uma estrela de classe G0, sendo parecida com o Sol, porém um pouco mais brilhante. Possui 1,223 massas solares e 1,487 raios solares, ou 122% da massa e 148% do raio do Sol. Com uma metalicidade de 0,17 ± 0,06 [Fe/H], Kepler-4 é 48% mais rica em metais que o Sol. Kepler-4 possui uma idade de 4,5 ± 1,5 bilhões de anos.[2] O Sol, por comparação, possui uma idade de 4,6 bilhões de anos.[7] A temperatura efetiva de Kepler-4 é de 5857 ± 120 K,[2] enquanto que a da Sol é de 5778 K.[8]

Kepler-4 possui uma magnitude aparente de 12,7, e não é visível a olho nu.[2]

Sistema planetário[editar | editar código-fonte]

A descoberta de Kepler-4b foi anunciada em 4 de janeiro de 2010. O planeta é do tamanho de Netuno, e tem uma massa de 0,077 MJ (7% da massa de Júpiter) e um raio de 0,357 RJ (36% do raio de Júpiter). Orbita Kepler-4 em 3,214 dias a 0,045 UA da estrela.[4] Mercúrio, por comparação, está a 0,39 UA do Sol.[9] A excentricidade de Kepler-4 é assumida em 0, o que dá ao planeta uma órbita circular. A temperatura do planeta é assumida em 1650 K, muito mais quente que Jupiter, com 124 K (não considerado seu aquecimento interno e atmosfera).[4]

O sistema Kepler-4 [4]
Planeta Massa Raio Semieixo maior
(UA)
Período orbital
(dias)
Excentricidade Inclinação
b 0,077 MJ 3,878 R 0,558 3,2135 0 89,76°

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d "SIMBAD query result". SIMBAD. Consult. 21 de agosto de 2011. 
  2. a b c d e "Notes for star Kepler-4". Extrasolar Planets Encyclopaedia. 2011. Consult. 22 de agosto de 2011. 
  3. "Kepler: About the Mission". Kepler Mission. NASA. 2011. Consult. 24 de fevereiro 2011. 
  4. a b c d "Summary Table of Kepler Discoveries". NASA. 27/08/2010. Consult. 16/10/2010. 
  5. Rich Talcott (5 de janeiro de 2010). "215th AAS meeting update: Kepler discoveries the talk of the town". Astronomy.com. Astronomy magazine. Consult. 24 de fevereiro de 2011. 
  6. "NASA's Kepler Space Telescope Discovers its FIrst Five Exoplanets". NASA. 4 de janeiro de 2010. Consult. 25 de fevereiro de 2011. 
  7. Fraser Cain (16 de setembro de 2008). "How Old is the Sun?". Universe Today. Consult. 25 de fevereiro de 2011. 
  8. David Williams (1 de setembro de 2004). "Sun Fact Sheet". Goddard Space Flight Center. NASA. Consult. 25 de fevereiro de 2011. 
  9. David Williams (17 November 2010). "Mercury Fact Sheet". Goddard Space Flight Center. NASA. Consult. 25 de fevereiro de 2011.