Kokand

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Kokand

Qo‘qon

Palácio de Khudáyár Khán
Palácio de Khudáyár Khán
Kokand está localizado em: Uzbequistão
Kokand
Localização de Kokand no Uzbequistão
Coordenadas 40° 31' N 70° 56' E
País  Uzbequistão
Região Fergana
Altitude 409 m
População (2006)
 - Total 187 226
Kokand é um dos pontos da Rota da Seda.
30 Коканд. Приемка хлопка.jpg

Kokand (em uzbeque Qo‘qon), é uma cidade localizada no leste do Uzbequistão, na Província de Fergana, na borda sudoeste do Vale de Fergana.

História[editar | editar código-fonte]

Foi a capital do poderoso Canato de Kokand que dominou todo o Vale de Fergana. Está localizada no cruzamento das antigas rotas de comércio, na junção das duas principais rotas para o Vale de Fergana, uma segue para noroeste sobre as montanhas para Tasquente, e a outra para o oeste através de Khujand, e, portanto, é um centro para a indústria têxtil, de alimentos e de produtos químicos.

Há registros de sua existência desde o Século X, quando era conhecido como Khavakend e era localizada em uma rota de caravanas entre a Índia e a China.

No Século XIII, foi destruída pelos mongóis.

Em 1732, a atual cidade foi fundada como uma fortaleza no local de outra fortaleza mais antiga chamada Eski-Kurgan. Em 1740, tornou-se a capital do Canato de Kokand, que chegou a dominar Qyzylorda no oeste e Bishkek (Quirguistão) ao nordeste, além de quase todo o território atual do Uzbequistão.

A Rota da Seda desempenhou um papel importante no desenvolvimento da cidade. Kokand foi o principal centro religioso do Vale de Fergana. Houve uma época em que tinha mais de 300 mesquitas. Foram 29 soberanos (cãs) que se sucederam no governo do Canato durante sua história. O Cã mais notável foi Khudoyar, que foi o último governante entre 1845 e 1876, antes da anexação do Canato pelo Império Russo.

Muitas mesquitas e madrassas foram construídas durante o reinado de Khudoyar. O Palácio de Khudoyar, que foi construído entre 1860 e 1872, teve sete pátios e 113 quartos e ocupava quatro hectares no centro da cidade. No entanto, apenas dois pátios e 19 quartos sobreviveram ao bombardeio de tropas do Império Russo. Atualmente, o Palácio abriga um museu.

A cidade tem mais de 200.000 habitantes[1].

Locais de destaque[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Kokand, em inglês, acesso em 17 de fevereiro de 2015.