Luís Carlos Dallastela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Luís Carlos
Informações pessoais
Nome completo Luís Carlos Dallastella
Data de nasc. 28 de julho de 1987 (32 anos)
Local de nasc. Curitiba (PR), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,90 m
Destro
Apelido Paredão, LC1, Luís Carsillas
Informações profissionais
Período em atividade 2007–presente (12 anos)
Clube atual Oeste
Número 1
Posição Goleiro
Clubes de juventude
20052006 Paraná
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20072013
2009
2011
20142015
2016
2016
2017
2017
2018
2019
Paraná
Iguaçu (emp.)
Ypiranga (emp.)
Ceará
Portuguesa
Guarani
Figueirense
Vila Nova
Paraná
Oeste
0108 0000(0)
0000 0000(0)
0008 0000(0)
0100 0000(0)
0014 0000(0)
0001 0000(0)
0003 0000(0)
0026 0000(0)
0001 0000(0)
0004 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 7 de abril de 2019.

Luís Carlos Dallastella, mais conhecido como Luís Carlos (Curitiba, 28 de julho de 1987), é um futebolista brasileiro que atua como goleiro. Atualmente, está no Oeste.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Luís Carlos foi revelado pelo Paraná. O jogador começou a ser titular em 2011, após ser reserva de goleiros como Flávio e Juninho e teve um papel importante na luta pelo acesso tricolor em 2013.

Ceará[editar | editar código-fonte]

Com muito destaque em 2013, acertou para 2014, com o Ceará.[1]

O Paraná entrou na Justiça do Trabalho pedindo R$ 18 milhões por causa da transferência do goleiro Luís Carlos para o Ceará, consolidada no fim do ano de 2013. O clube paranaense argumenta que tem direito a receber o dinheiro porque o jogador rescindiu com o Tricolor antes do término previsto em contrato. Luís Carlos comunicou a rescisão do vínculo em 1 de dezembro de 2013. O Paraná defende que o atleta só poderia ter deixado a Vila Capanema mediante o pagamento da cláusula indenizatória de R$ 18 milhões. A ação paranista será avaliada na 8ª Vara do Trabalho de Curitiba. O diretor jurídico do Ceará, Guilherme Magalhães, informou que a equipe nordestina não foi notificada oficialmente e, por isso, não poderia comentar o assunto.

Em 2015, o Paraná perdeu o processo que movia contra o Ceará e o goleiro Luís Carlos, revelado na Vila Capanema, mas que se transferiu para o Vozão em janeiro de 2014. A decisão da Justiça foi proferida no dia 16, mas o clube ainda pode recorrer.

O Tricolor exigia R$ 18 milhões do clube cearense e do atleta sob o argumento de que o arqueiro rescindiu vínculo com o Paraná antes do término previsto em contrato. Segundo o Paraná, o contrato de Luís Carlos era válido até 31 de dezembro de 2013, mas o goleiro teria comunicado a rescisão do vínculo em 1.º de dezembro de 2013. Além de perder a ação, o Tricolor terá agora de pagar nos próximos cinco dias as custas do processo, avaliadas em R$ 432 mil. “Essa ação foi uma verdadeira aventura jurídica do Paraná”, afirma William Castilho, advogado de Luís Carlos. Essa despesa terá de ser paga antes de um eventual recurso pelo clube.

“Faltava um mês para terminar o contrato do Luís Carlos, quando o Paraná propôs uma composição: que o goleiro rescindisse o contrato já em novembro, para que o clube não precisasse pagar o mês de dezembro e as férias. O Paraná já pagou a verba rescisória do acordo com cheque pós-datado. Tudo errado”, argumenta Castilho.

Ainda segundo o advogado do goleiro, Luís Carlos somente assinou contrato com o Ceará em janeiro de 2014, após, portanto, o fim de seu vínculo anterior com o Paraná. “A diretoria se baseou em notícias de jornais, que diziam que o Luís Carlos tinha sido contratado pelo Ceará em dezembro, para entrar com essa ação”, complementa Castilho.

No dia 3 de dezembro de 2015, Luís Carlos não teve seu contrato renovado com o Alvinegro e acabou saindo do clube, após altos e baixos na temporada de 2015.

Portuguesa[editar | editar código-fonte]

No dia 25 de fevereiro de 2016, Luís Carlos acertou com a Portuguesa, com a indicação do treinador Ricardinho.[2]

Guarani[editar | editar código-fonte]

No dia 25 de junho de 2016, Luís Carlos acertou com o Guarani para jogar a Série C do Campeonato Brasileiro.[3]

Figueirense[editar | editar código-fonte]

No dia 28 de dezembro de 2016, ele acertou com o Figueirense.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Paraná
Ceará

Conquistas Individuais[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Prêmio Time Resultado Ref.
2015 Troféu Verdes Mares Melhor goleiro Ceará Venceu [4]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.