Luís Henrique Dias Tavares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luís Henrique Dias Tavares
Dias Tavares, historiador baiano.
Nascimento 25 de janeiro de 1926 (91 anos)
Nazaré
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Ocupação Historiador e escritor
Principais trabalhos Independência do Brasil na Bahia
Prémios Prêmio ABL de História e Ciências Sociais (2006)

Luís Henrique Dias Tavares (Nazaré, 25 de janeiro de 1926) é um historiador e escritor brasileiro. Em sua produção destacam-se diversas obras sobre a história da Bahia.

Formação[editar | editar código-fonte]

Ingressou na faculdade em 1948. Obteve o Doutorado em História em 1961, mesmo ano em que assumiu a cátedra de História do Brasil na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências da Universidade Federal da Bahia. É pós-doutorado pela University of London[1].

Foi diretor do Arquivo Público da Bahia, professor emérito da Universidade Federal da Bahia e membro do Conselho Estadual de Cultura da Bahia[1].

Obra[editar | editar código-fonte]

Entre as principais obras publicadas por Dias Tavares, relacionam-se:

Ficção e poesia
  • A Noite dos Homens (conto) - 1960
  • Moça Sozinha na Sala (crônicas) - 1960
  • Não Foi o Vento Que Levou (novela) - 1996
Historiografia
  • História da Sedição Intentada na Bahia em 1798 - 1ª ed. São Paulo, 1975; 2ª ed. Salvador, 2016. [2] Trata-se da sedição conhecida como Revolta dos Alfaiates.
  • Comércio Proibido de Escravos - ed. Ática, São Paulo, 1988.
  • Nazaré, Cidade do Rio Moreno - 2003
  • História da Bahia - em 11ª ed. [3]
  • A Independência do Brasil na Bahia - 2005

Notas

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.