Mártires de Drina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mártires de Drina
Santas Beatas, As Mártires de Drina
Mártir
Nascimento  em Império Austro-Húngaro
Morte 15 de dezembro de 1941 em Goražde, Estado Independente da Croácia
Veneração por Igreja Católica
Beatificação 24 de setembro de 2011, Sarajevo por Angelo Amato
Festa litúrgica 15 de dezembro
Gloriole.svg Portal dos Santos

As Beatas Mártires de Drina (Croata : Drinske mučenice) foram professas Irmãs da Congregação das Filhas da Divina Caridade, que perderam suas vidas durante a Segunda Guerra Mundial. Quatro foram mortas quando saltaram de uma janela em Goražde em 15 de dezembro de 1941, supostamente para evitar serem estupradas por Chetniks, e a última foi morta pelos Chetniks em Sjetlina na semana seguinte. As cinco freiras mais tarde foram declaradas mártires e beatificadas pelo Papa Bento XVI (delegado ao Cardeal Angelo Amato) em 24 de setembro de 2011.

História[editar | editar código-fonte]

Em 6 de abril de 1941, as forças do Eixo invadiram o Reino da Iugoslávia. Mal equipado e mal treinado, o Exército Real da Jugoslávia foram rapidamente derrotados [1]. O país foi então desmembrado. O extremo croata nacionalista e fascista Ante Pavelic, que tinha sido exilado por Benito Mussolini na Itália, foi nomeado Poglavnik (líder) de um Ustaše liderada pelo Estado Independente da Croácia [2]. O NDH combinou quase toda a atual Croácia, toda a atual Bósnia e Herzegovina e partes da atual Sérvia em um "quase protetorado ítalo-alemão". As autoridades de NDH, lideradas pela milícia Ustaše [3].Implementaram subsequentemente políticas genocidas contra a população sérvia, judaica e cigana que vive dentro das fronteiras do novo estado.

Vida e martírio[editar | editar código-fonte]

Beatificação 24 de setembro de 2011 em Sarajevo .

Quatro morreram no dia 15 de dezembro:

A última morreu em 23 de dezembro :

Ivanišević, madre superiora da comunidade de Pale, é considerada a líder do grupo de mártires.

As religiosas foram proclamadas abençoadas em 24 de setembro de 2011 em Sarajevo pelo cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, representando o Papa Bento XVI.

Referências

  1. Cohen, Philip J. (1996). Serbia's Secret War: Propaganda and the Deceit of History (em inglês). [S.l.]: Texas A&M University Press. ISBN 9780890967607 
  2. Goldstein, Ivo (1999). Croatia: A History (em inglês). [S.l.]: McGill-Queen's Press - MQUP. ISBN 9780773520172 
  3. Tomasevich, Jozo (2002-10). War and Revolution in Yugoslavia: 1941 - 1945 (em inglês). [S.l.]: Stanford University Press. ISBN 9780804779241  Verifique data em: |data= (ajuda)