Maria de Anjou

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Maria de Anjou
Delfina de Vennois
Rainha consorte de França
Reinado 21 de outubro de 142221 de julho de 1461
 
Cônjuge Carlos VII de França
Casa Valois-Anjou
Nascimento 14 de outubro de 1404
  Angers, Maine-et-Loire, França
Morte 29 de novembro de 1463 (59 anos)
  Abadia de Châteliers, Poitou-Charentes, França
Enterro Basílica de Saint-Denis, França
Pai Luís II, Duque de Anjou
Mãe Iolanda de Aragão
Religião Catolicismo

Maria de Anjou ou Marie d'Anjou (Angers, 14 de outubro de 1404Poitou, 29 de novembro de 1463), foi rainha consorte de França como esposa de Carlos VII de França, e também foi delfina de Vennois. Ela era a filha de Luís II, Duque de Anjou e rei titular de Nápoles, e de Iolanda de Aragão, rainha titular soberana de Aragão.

Família[editar | editar código-fonte]

Seus avós paternos eram o rei Luís I de Nápoles e Maria de Blois-Châtillon, duquesa de Anjou. Seus avós maternos eram o rei de Aragão João I e Iolanda de Bar.

Seus irmãos eram: Luís III, Duque de Anjou, Renato I de Nápoles, rei de Nápoles, e rei titular de Jerusalém e Aragão, Iolanda de Anjou, primeira esposa de Francisco I, Duque da Bretanha, e o conde Carlos de Maine.

Casamento[editar | editar código-fonte]

O rei e rainha de França.

Maria se casou com Carlos VII de França, filho de Carlos VI de França, chamado de Carlos, o Bem Amado e de Isabel da Baviera, em 2 de junho de 1422, em Tours. O contrato foi realizado no Palácio do Louvre, em 18 de dezembro de 1413. [1] O casal era primo de segundo grau, através da descendência do rei João II de França e de Bona de Luxemburgo.

O apoio de sua sogra, Iolanda de Aragão, e a confiança que tinha em Joana d'Arc, rendeu a Carlos uma grande vitória sobre os ingleses na Batalha de Patay, ocorrida em 18 de junho de 1429, parte da Guerra dos Cem Anos.

Porém, apesar de Maria ter lhe dado 14 filhos, entre eles o herdeiro Luís XI de França, o rei se interessava principalmente pela sua amante Agnès Sorel, que após ter servido a duquesa de Lorena, Isabel da Lorena, na posição de dama de honra, veio a servir Maria, como sua dama de companhia.

Devido ao seu favoritismo, ela recebeu do rei o Castelo de Loches. Com o monarca, Agnès teve três filhas: Maria de Valois, Carlota e Joana. O filho de Carlota, Luís de Brézé, foi o marido de Diana de Poitiers, a amante do rei Henrique II de França durante o século XVI.

Após a morte de Agnès, a sua prima Antoinette de Maignelais ocupou sua posição como amante do rei.

Carlos VII morreu em 22 de julho de 1461, a deixando viúva. A rainha nunca mais se casou.

Maria morreu em 29 de novembro de 1463, ao 59 anos de idade, na Abadia de Châtelliers, em Poitou-Charentes, enquanto retornava de uma peregrinação à Santiago de Compostela. Foi enterrada ao lado do marido na Basílica de Saint-Denis, em Paris.

Filhos[editar | editar código-fonte]

Precedida por:
Isabel da Baviera
Rainha consorte de França
CoA of Marie of Anjou.png

21 de outubro de 142221 de julho de 1461
Sucedida por:
Carlota de Saboia
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria de Anjou

Referências