Matt Heafy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Matt Heafy
Matt Heafy live 2012.jpg
Informação geral
Nome completo Matthew Kiichi Heafy
Nascimento 26 de janeiro de 1986 (31 anos)
Origem Iwakuni
País  Japão
Gênero(s) Thrash metal
Metalcore
Death metal
Heavy metal
Instrumento(s) Vocal
Guitarra
Piano
Teclado
Violão
Período em atividade 2000 - presente
Outras ocupações Cantor
Compositor
Guitarrista
Gravadora(s) Lifeforce
Roadrunner
Página oficial www.trivium.org

Matthew Kiichi Heafy (nascido em 26 de janeiro de 1986 em Iwakuni, Japão) também conhecido como Matt Heafy é o vocalista e guitarrista da banda Trivium, e ex-vocalista da banda de death metal Capharnaum. Atingiu o sucesso com o lançamento do CD Ascendancy (2005), onde mostra talento para compor, cantar e tocar guitarra como poucos. Seu pai, Brian Heafy, é americano, enquanto sua mãe, Yoshiko Kiichi, é japonesa. Matt teve uma participação no album " Roadrunner United: The All Star Sessions " disco da Roadrunner Records para comemorar os 25 anos da gravadora, atuando como um dos quatro capitães do projeto. A sua participação nas músicas foi mais voltada para as guitarras, porém, na música "The End" ele é o vocalista. A música "In the Fire", cantada por King Diamond, ele toca guitarra junto com seu companheiro de banda Corey Beaulieu.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Com apenas 24 anos de idade, Matt já tem um sucesso considerável para um artista da sua idade. O Trivium fez um sucesso considerável na Europa e agora eles estão tentando conseguir o mesmo na América do Norte.

Entre as suas bandas favoritas estão Metallica, Pantera, Queen, Megadeth, In Flames, Hate Eternal, Rammstein e Iron Maiden.

O sucesso do Matt não chegou tão fácil. Ele praticava oito horas diárias no estudo da guitarra quando tinha 12 anos, e até hoje faz o mesmo. Atualmente, Matt toca com um modelo Dean de 7 cordas custom. Ele usa modelos de 6 cordas nos dois primeiros álbuns do Trivium, Ember to Inferno, e Ascendancy. Usa afinações padrão e afinação padrão com a 6ª corda em D no Ember to Inferno e afinação padrão com a 6ª corda em D no Ascendancy. No terceiro disco da banda, The Crusade, ele volta com afinações padrão nos modelos de 6 e 7 cordas. Matt confessou que o seu próximo projeto seria começar uma banda de black metal, mas não por agora.

Trivium[editar | editar código-fonte]

O antigo vocalista do Trivium saiu da banda logo após a entrada de Matt na banda, e logo ele assumiu a responsabilidade de ser vocalista e de escrever e compor a maioria das músicas. A primeira gravação do Matt no Trivium tinha somente composições suas. "Fugue (A Revelation)", "Demon", "Requiem", "Sworn", "To Burn the Eye" e "The Storm". Ele também compôs as músicas do debut Ember to Inferno e do Ascendancy. Corey Beaulieu, Paolo Gregoletto e Matt Heafy tiveram igual envolvimento nas composições do The Crusade. Com o lançamento do quarto álbum, Shogun, Matt expandiu de um modo incrível o seu modo de cantar. De vocais melódicos, até profundos vocais guturais, Matt voltou a fazer os dois tipos de vocais nos shows. No Trivium, Matt faz alguns duetos de guitarra com o Corey Beaulieu.

Tomorrow Is Monday[editar | editar código-fonte]

Depois das gravações do Ascendancy, Matt decidiu experimentar um pouco da música post-hardcore, e fez uma "banda de brincadeira" chamada "Tomorrow Is Monday". Eles lançaram apenas uma música, chamada "Head on Collision with a Rosebush Catching Fire". Matt disse em uma entrevista à Rock Sound que essa música foi escrita, gravada e editada em apenas uma hora. [!]

Roadrunner United[editar | editar código-fonte]

Em 2005 a Roadrunner Records lançou o disco "Roadrunner United: The All-Star Sessions" para celebrar o aniversário de 25 anos da gravadora. Quatro "capitães" foram escolhidos, foram eles: Matt Heafy (Trivium), Rob Flynn (Machine Head), Dino Cazares (ex-Fear Factory) e Joey Jordison (Slipknot). Matt escreveu as letras e cantou a música "The End". Ele e o companheiro de banda Corey Beaulieu, gravaram a música "In the Fire", cantada por King Diamond, o baixo foi gravado por Mike D'Antonio (Killswitch Engage), e o baterista Dave Chavarri (Ill Niño). Ele também escreveu e tocou guitarra nas músicas "Dawn Of A Golden Age", e "Blood And Flames".

Matt ganhou o "Golden God Award" do Metal Hammer Golden God Awards 2006.

Equipamento[editar | editar código-fonte]

Guitarras[editar | editar código-fonte]

  • Dean Matt Heafy Signature 7 string MKH
  • Dean Matt Heafy Signature MKH
  • Dean Matt Heafy prototype MKH (Nova forma, preta com ferragens douradas)
  • Dean Dimebag Tribute Razorback (Rústica)
  • Dean Timecapsule
  • Dean ML (Trans Black)
  • Dean Razorback V
  • Dean Razorback (Branco com detalhes dourados)
  • Dean Hardtail
  • Ernie Ball Petrucci 7 string
  • Gibson Custom Les Paul Custom Electric Guitar (Black)
  • Gibson Custom Les Paul Supreme Electric Guitar (Alpine White) - Vendida em Janeiro de 2006 no eBay para caridade
  • Gibson Voodoo Explorer
  • Washburn Stealth
  • LTD ESP M-107
  • Fender Stratocaster

Amplificadores[editar | editar código-fonte]

Amplificadores atuais[editar | editar código-fonte]

Amplificadores já utilizados[editar | editar código-fonte]

Pedais, efeitos e cordas[editar | editar código-fonte]

  • Dunlop MXR GT-OD Overdrive Pedal
  • Dunlop MXR Smart Gate Noise Gate Pedal
  • Dunlop Jazz 3 Picks
  • Dunlop Grommet Straps
  • Dunlop Strap Locks
  • Dunlop .09 - .50 Strings (Dunlop .09 - .42 with an extra .50 Dunlop string for the 7th string)

Captadores[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Trivium[editar | editar código-fonte]

Capharnaum[editar | editar código-fonte]

Mindscar[editar | editar código-fonte]

  • Mindscar EP, (2001)

Tomorrow is Monday[editar | editar código-fonte]

  • Lush Like an Antpile (2004)
  1. Head on Collision with a Rosebush Catching Fire

Compilações[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Matt Heafy
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.