Matteo Bandello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Matteo Bandello (Castelnuovo Scrivia, 1485Agen, 1561) foi poeta e bispo italiano.

Matteo Bandello

Estudou em Pádua, entrou para a Ordem dos Pregadores, abandonou a ordem para dedicar-se à política, tomou parte na guerra entre franceses e espanhóis e foi considerado proscrito.

Protegido de Henrique II, rei de França, foi nomeado bispo de Agen em 1550, onde viveu seus últimos anos.

Sua obra literária compõe-se de um Cancioneiro (1544), que inclui duzentos poemas no estilo de Petrarca, e sobretudo as Novelas (1510/60), em número de 214. É esse última obra que lhe deu fama. Foi muito lido nos séculos XVI e XVII e imitado por muitos escritores franceses da época ou posteriores. Seus temas são tirados de textos antigos, anedotas, farsas da Idade Média, temas religiosos, etc. Foi de uma dessas novelas que William Shakespeare tirou o enredo para Romeu e Julieta.

Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.