Memorial das Conquistas (Santos Futebol Clube)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Memorial das Conquistas (Santos Futebol Clube)
Vila Belmiro, Santos Store, saída do museu.
Tipo Monumentos e estátuas, museus especializados, pontos turísticos e de interesse.
Inauguração 17 de novembro de 2003
Visitantes 130.330 (2012)
Diretor Guilherme Guarche
Website http://www.memorialdasconquistas.com.br/
Geografia
País  Brasil
Cidade Santos, SP

O Memorial das Conquistas é um museu localizado no Estádio Urbano Caldeira (mais conhecido como Vila Belmiro, em Santos) e reúne registros e objetos da história e principais conquistas do Santos Futebol Clube. O museu foi inaugurado em 17 de novembro de 2003.[1]

A visitação simples é somente o museu (380 metros quadrados), que leva o visitante a diferentes momentos importantes da história do clube, onde diversas atrações estão presentes, tais como fotos, uniformes, bolas e troféus. O ambiente, organizado por temas, dispõem também de espaços com a história dos ídolos do clube (como Pelé e Neymar) e vídeos dos grandes momentos. O preço dessa visita é de 8 reais. Já a visita monitorada custa 15 reais e oferece uma experiência muito mais completa, incluindo o museu, Centro de Imprensa Armando Gomes, o vestiário do time profissional, a beiro do gramado do estádio e suas arquibancadas, gerando uma ligação muito maior com o clube.[2]

História[editar | editar código-fonte]

 Entrada do museu Memorial das Conquistas.

Mais de 600 troféus, vídeos, flâmulas e muita informação. Este é um pequeno resumo do Memorial das Conquistas do Santos Futebol Clube, espaço que apresenta um pouco da história centenária do time que revelou Pelé, dominou o planeta na década de 60 e que teve um dos melhores jogadores do mundo: Neymar.[3]

O museu trouxe turistas para a cidade de Santos, atraindo amantes de futebol, torcedores de outros times e até pessoas que não gostam de esporte. Dessa forma, o memorial é a principal atração dos pontos turísticos de Santos. Logo na entrada do museu, há o passado e o presente do time, com homenagens à jogadores falecidos que representaram o time. Há espaços dedicados aos técnicos campeões, aos presidentes que passaram pelo clube, uniformes históricos, as conquistas do futebol feminino e uma sala onde é reproduzido um vídeo sobre o centenário santista. Atualmente, o Memorial das Conquistas realiza exposições temporárias, como a do historiador Guilherme Guarchi, que conta com livros de se sua autoria (e de outros escritores) a história do Santos.[3]

Visitantes[editar | editar código-fonte]

Fundado em 17 de novembro de 2003, o Memorial das Conquistas recebe mais visitantes a cada ano que passa. Em 2012 foi registrada movimentação recorde: 130.330 pessoas. Tanta gente gerou uma receita ao Santos Futebol Clube de R$ 693.997,00. No ano anterior, 115.103 passaram pelas catracas do museu. A arrecadação chegou a R$ 596.160,00. Em 2013, entre 2 e 6 de janeiro, o local já recebeu 5.524 visitantes. O pico do período foi registrado no dia 4: 1503 pessoas.[4]

Estado Atual[editar | editar código-fonte]

Vista do canto da entrada do museu Memorial das Conquistas.

O museu resgata a trajetória do Santos Futebol Clube, dessa forma todas as vezes que o time faz história o museu se transforma de alguma maneira. No memorial estão expostas as conquistas que o time obteve no passado, mas também acompanha a situação atual, fazendo dele um museu em eterna metamorfose, pois toda contribuição que o time faz para sua história também o faz para o museu. Uma dessas transformações ocorreu em 2016, quando o clube venceu o Campeonato Paulista e adicionou o troféu a coleção.[5]

Difusão[editar | editar código-fonte]

No ano de 2015 o Memorial das Conquistas fez uma parceria com o Museu Pelé, que também se encontra na cidade de Santos. Para o benefício daqueles mais interessados pela história do futebol brasileiro e que desejam visitar os dois museus o preço para a visitação de ambos é de 19 reais.[5]

Acervo[editar | editar código-fonte]

História do ex-jogador Pelé.

O museu possui diversas atrações e áreas dedicadas a expor a rica história que possui, contando com troféus de competições nacionais e internacionais, itens doados, fotos de momentos importantes, vídeos de gols e clipes sobre o clube, entre outros espaços interessantes. O primeiro espaço que se encontra ao entrar no museu é dedicado a conquista da Taça Libertadores da América de 2011, com fotos, uma réplica do troféu e outras atrações. Existe uma vitrine com todas as taças do campeonato brasileiro, e uma outra separada com os dois troféus mais antigos da Libertadores e Mundial (1962 e 1963). Outra atração é uma maquete do estádio visto de cima.[6]

Espaço Pelé[editar | editar código-fonte]

Prêmio Puskás/ Melhor gol de 2011 - Neymar Junior.

Essa é uma área dedicada ao rei do futebol Edson Arantes do Nascimento, conhecido como Pelé. Está repleta de fotos jogando pelo Santos e outras informações sobre sua história. Expõem também algumas de suas estatísticas, assim como conquistas pessoais e em nome do clube.[7]

Espaço Puskas[editar | editar código-fonte]

É uma vitrine contendo o título do de gol mais bonito de 2011, o prêmio Puskas, feito pelo então camisa 11 do Santos: Neymar Jr. Contém uma televisão passando o gol, com diversas câmeras e comentaristas diferentes, também tem a chuteira que o atacante estava utilizando no momento.[7]

Recordações Internacionais[editar | editar código-fonte]

É um dos principais espaços do museu, e um dos mais procurados pelos visitantes também. Demonstra a importância que o clube possui no cenário mundial, contém recordações enviadas de clubes e astros do esporte de outros países e apresenta flâmulas de jogos internacionais que o clube disputou.[7]

"Sereias Da Vila"[editar | editar código-fonte]

Conquistas/história futebol feminino SFC.

"Sereias Da Vila" é a nomeação dada ao time feminino do Santos Futebol Clube, pois o grande mascote do time masculino é representado pelo animal "Baleia", eles usaram "sereias" para representar o time feminino. A história do Futebol Feminino no Santos FC começou a ser escrita em 1997, quando a Federação Paulista de Futebol (FPF) organizou o primeiro campeonato estadual da modalidade. A primeira taça veio no ano 2000, quando a equipe conquistou os Jogos Abertos do Interior. Em 2007 a equipe deslanchou após conquistar os três principais títulos do ano: os Jogos Regionais do Interior, o Campeonato Paulista e a Liga Nacional (correspondente ao Brasileiro). Neste ano vitorioso, veio então o verdadeiro reconhecimento: o Santos FC virou referência no futebol feminino. Logo, em 2008, o Futebol Feminino, que era subordinado ao departamento de Esportes do Clube, passou a ter um departamento exclusivo. Assim, foram firmadas parceiras para que o Clube passasse a oferecer a suas atletas uma estrutura totalmente profissional. No mesmo ano, as Sereias da Vila entraram na disputa pela Copa do Brasil e levantaram a taça após vencerem as finais contra Sport Club. Mas foi em 2009 que o time feminino do Peixe viveu seu momento áureo. E, no dia 10 de setembro, o Santos FC apresentou a Rainha Marta, melhor jogadora do mundo, para disputar a primeira edição da Copa Libertadores da América e a Copa do Brasil. Com um time arrasador, o Peixe venceu com 100% de aproveitamento a Libertadores e a Copa do Brasil. O número de admiradores das Sereias da Vila aumentou expressivamente e todas as atletas tiveram seu trabalho e esforço valorizados. Na grande final da Libertadores, mais de 15 mil pessoas lotaram a Vila Belmiro e as Sereias da Vila conquistaram milhares de fãs por todo o Brasil.[8]

Temporada 2010[editar | editar código-fonte]

Com oito atletas convocadas, o Brasil foi campeão Sul-Americano em 2010. O título garantiu vaga na Copa do Mundo da Alemanha (O Brasil foi eliminado nas quartas-de-final) e nos Jogos Olímpicos de Londres. Para fechar o ano com chave de ouro, as Sereias da Vila foram campeãs Paulistas e dos Jogos Regionais.[9]

Temporada 2011[editar | editar código-fonte]

Em 2011, na estreia do técnico Gustavo Feliciano, Marta voltou a atuar com a camisa do Santos FC e ajudou a equipe a conquistar o título do Torneio Internacional Interclubes, realizado em Araraquara (SP). Além de campeãs do Torneio Internacional, as Sereias da Vila conquistaram o Campeonato Paulista. O Peixe também foi campeão dos Jogos Abertos e Regionais, representando a cidade de Santos, e conquistou a medalha de bronze na terceira edição da Copa Libertadores da América.[9]

Taças Expostas[editar | editar código-fonte]

Títulos conquistados pelo Santos Futebol Clube.

Ao longo de sua história o time conquistou diversos títulos regionais, nacionais e internacionais. Os de maior importância são as duas vitórias consecutivas da Copa do Mundo de Clubes da FIFA, em 1962 e 1963, nesses mesmos anos e também em 2011 o clube conquistou a Copa Libertadores da América. Possui também 8 títulos do Campeonato Brasileiro de Futebol, sendo que ganhou 5 anos seguidos entre 1961 e 1965, além disso é campeão de um total impressionante de 22 Campeonato Paulista de Futebol, o mais recente em 2016. A unica taça do Copa do Brasil de Futebol foi adquirida em 2010.[10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Memorial das Conquistas - Santos Futebol Clube :: Cidade de Santos - Secretaria de Turismo». www.turismosantos.com.br. Consultado em 13 de junho de 2017 
  2. Tecnologia, Triares Informática e. «Página Inicial | Memorial das Conquistas». www.memorialdasconquistas.com.br. Consultado em 13 de junho de 2017 
  3. a b Santos, Turismo em (8 de janeiro de 2013). «Memorial do Santos é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade». Turismo em Santos - SP. Consultado em 13 de junho de 2017 
  4. Santos, Turismo em (8 de janeiro de 2013). «Memorial do Santos é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade». Turismo em Santos - SP. Consultado em 13 de junho de 2017 
  5. a b Esporte, Máquina do (9 de julho de 2015). «Memorial das Conquistas, do Santos, faz parceria com Museu Pelé para beneficiar turistas». Máquina do Esporte 
  6. FC, Acervo Histórico do Santos. «Acervo Histórico do Santos FC | Memorial das Conquistas do Santos FC». Acervo Histórico do Santos FC. Consultado em 13 de junho de 2017 
  7. a b c FC, Acervo Histórico do Santos. «Acervo Histórico do Santos FC | Memorial das Conquistas do Santos FC». Acervo Histórico do Santos FC. Consultado em 13 de junho de 2017 
  8. «Entrar no Facebook | Facebook». Facebook. Consultado em 19 de junho de 2017 
  9. a b «Santos Futebol Clube (futebol feminino)». Wikipédia, a enciclopédia livre. 15 de fevereiro de 2017 
  10. «Santos Futebol Clube – Santos Futebol Clube». www.santosfc.com.br. Consultado em 21 de junho de 2017