Mercury-Atlas 1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Insígnia da missão.
O lançamento da MA-1.

A Mercury-Atlas 1, ou MA-1, foi a primeira missão do Programa Mercury, a utilizar o foguete Atlas LV-3B. Seu objetivo, era qualificar tanto o foguete quanto a espaçonave Mercury, nos quesitos de funcionalidade, num voo suborbital, e no caso da capsula, sua resistência aos efeitos da reentrada na atmosfera.[1]

Por se tratar de um teste não tripulado, nessa missão, não foi instalada a torre de escape. O lançamento, ocorreu em 29 de julho de 1960. Apenas 58 segundos após o lançamento, o foguete sofreu uma falha estrutural, naquele momento, estava a cerca de 9 km de altitude e 3,4 km de distância do Centro de lançamento de Cabo Canaveral na Flórida, de onde foi lançado.[2]

O foguete e a capsula caíram no Oceano Atlântico e afundaram. Os destroços da espaçonave e partes do foguete foram resgatados para estudo. A capsula, pesando 1.154 kg, chegou a atingir 13 km de altitude e 9,6 km de distância. O voo durou 3 minutos e 18 segundos.

A capsula MA-1, reconstituída após o acidente.

A espaçonave Mercury usada nessa missão (a de numero 4), está atualmente em exposição no Kansas Cosmosphere and Space Center, Hutchinson, Kansas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mercury-Atlas 1

Referências

  1. Grimwood, J. M. Project Mercury. a chronology. [S.l.]: NASA. Consultado em 5 de dezembro de 2012. 
  2. Alexander, C. C. (1966). This new ocean. a history of Project Mercury. [S.l.]: NASA. Consultado em 5 de dezembro de 2012. 
Ícone de esboço Este artigo sobre exploração espacial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.