Mercury-Atlas 4

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Insígnia da missão.
O lançamento da MA-4.

A Mercury-Atlas 4, ou MA-4, foi a quarta missão do Programa Mercury, a utilizar o foguete Atlas LV-3B. O lançamento, ocorreu em 13 de setembro de 1961 a partir do Centro de lançamento de Cabo Canaveral na Flórida. A capsula Mercury dessa missão (a de numero 8A), conduzia um conjunto de instrumentos para simular um tripulante, uma espécie de astronauta robô. Essa missão efetuou uma única órbita.[1]

A missão foi um teste em voo da rede de rastreamento e o primeiro voo orbital bem sucedido do Programa Mercury. O sistema simulador de tripulante, consistia de: um simulador de pilotagem, duas fitas de áudio, um sistema de suporte de vida, três câmeras, e instrumentos para monitorar níveis de ruído, vibração e radiação. A missão certificou: a capacidade do foguete de colocar a capsula Mercury em órbita, da capsula e seus sistemas funcionarem de forma autônoma, e produzir fotos da superfície da Terra.[1]

O sistema simulador de tripulação.

O voo da capsula Mercury teve a duração de 1 hora e 49 minutos, A capsula foi recuperada 22 minutos depois da amerrissagem, 283 km a Leste das ilhas Bermudas, no Oceano Atlântico.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mercury-Atlas 4

Referências

  1. a b Grimwood, J. M.. Project Mercury: a chronology. [S.l.]: NASA. Página visitada em 5/12/2012.
  2. Alexander, C. C.. This new ocean: a history of Project Mercury. [S.l.]: NASA, 1966. Página visitada em 5/12/2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre exploração espacial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.