Metapedia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Metapédia)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Metapedia
Lema "A enciclopédia alternativa"
Tipo Enciclopédia online
Fundação 26 de outubro de 2006
Estado legal Ativo
Sede NFSE Media AB, Linköping, Suécia
Línguas oficiais Húngaro, alemão, inglês, espanhol, sueco, romeno, estoniano, francês, eslovaco, checo, português, norueguês, croata, dinamarquês, grego, neerlandês

A Metapedia é uma enciclopédia online[1] que apresenta pontos de vista da extrema direita,[2] do nacionalismo branco, da supremacia branca,[3] do separatismo branco, do antissemitismo, do negacionismo do Holocausto e do neonazismo.[4][5][6][7]

O site se descreve como focado na cultura, arte, ciência, filosofia e política européias. Foi lançado oficialmente em 26 de outubro de 2006 na versão em sueco.[8][9] A versão em inglês foi lançada em 28 de abril de 2007.[8][10] Em 2013 a versão em húngaro continha o maior número de artigos.[11]

História[editar | editar código-fonte]

A versão sueca foi criada em 2006 por Anders Lagerström, um editor neonazista originário de Linköping, Suécia.[12]

"Anders Lagerström esteve envolvido por muito tempo em organizações e movimentos de extrema direita. Em 2000, foi condenado por ter lançado gás lacrimogêneo contra um policial. Em 2002 criou a editora Nordic, especializada em literatura nazista e música White Power. Lagerström é também uma figura de destaque da Nordiska Förbundet ('Associação Nórdica'), organização que prega a formação de uma 'nação nórdica'. Segundo o site da organização, essa nação seria uma sociedade cujos povo, governo e mídia estariam completamente sob o controle nórdico".[13]

As ligações de Lagerström com a extrema-direita sueca não são citadas em nenhuma das edições da Metapedia.[carece de fontes?]

O historiador sueco Rasmus Fleischer escreveu que "em 2007, outra rede começou a se cristalizar dentro da direita radical europeia mas com um caráter ideológico muito diferente. Ativistas do grupo sueco Nordiska Förbundet fizeram um esforço coordenado, utilizando a Internet, para propagar uma imagem mais 'positiva' do neofascismo, denominado por eles "terceira posição" e "política nacional revolucionária". Criaram um portal de blogs (Motpol.nu), uma comunidade virtual (Nordisk.nu) e um site wiki (Metapedia). Atualmente a Metapedia é editada em cerca de dez idiomas, tornando-se assim um meio vital para a diseminação da ideologia etiquetada como "multifascista". Metapedia tende a promover o antissemitismo de maneira velada, utilizando os hiperlinks wiki para fazer insinuações acerca de uma conspiração judaica.[14]

É baseada no funcionamento do software MediaWiki e de interwikis.[carece de fontes?]

A palavra Metapédia é um neologismo formado, a partir do grego, pelo prefixo grego meta, que significa para além de, e paideia, que significa educação. Segundo é declarado em sua "Página Principal", a Metapedia aborda temas relacionados com a cultura, arte, ciência, filosofia e política", especialmente aqueles "que não são geralmente abordados em enciclopédias oficiais". Ainda segundo o site, a Metapédia tem uma "finalidade metapolítica, com o intuito de influenciar o debate, a cultura e a perspectiva histórica oficiais."[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. (em inglês). Haines, Lester Theregister. Situation Publishing 2007-07-23 Conservapedia too pinko? Try Metapedia – Aryans battle 'Cultural Marxism'
  2. (em francês) Schweyer, Cléo. L'extrême droite s'offre une seconde jeunesse sur le web Arquivado março 9, 2011 no WebCite . Babel International, 2009-07-15
  3. L’extrême droite allemande : une stratégie de communication moderne. Por Delphine Iost.
  4. Adam G. Klein (junho de 2010). A Space for Hate: The White Power Movement's Adaptation Into Cyberspace. [S.l.: s.n.] pp. 93, 104–105. ISBN 978-1-936117-07-9 
  5. Haines, Lester (23 de julho de 2007). «Conservapedia too pinko? Try Metapedia - Aryans battle 'Cultural Marxism'». Theregister.co.uk. Situation Publishing. Consultado em 9 de março de 2011. Arquivado do original em 9 de março de 2011 
  6. Schweyer, Cléo (15 de julho de 2009). «L'extrême droite s'offre une seconde jeunesse sur le web». cafebabel.fr (em French). Babel International. Consultado em 9 de março de 2011. Arquivado do original em 9 de março de 2011  |deadurl= e |urlmorta= redundantes (ajuda)
  7. "Metapedia" als nationales Pendant zu "Wikipedia" Arquivado em 15 de maio de 2013, no Wayback Machine. (i.e "Metapedia" as a nationalist counterpart to "Wikipedia") from: "Report by the NRW Office for the Protection of the Constitution for the year 2008" by the Ministry of Interior of North Rhine-Westphalia. pp. 59f. (em alemão)
  8. a b «Metapedia – Introduction». metapedia.org. Metapedia 
  9. «Versionshistorik för "Huvudsida"». sv.metapedia.org (em Swedish). Metapedia 
  10. «Revision history of "Main Page"». en.metapedia.org. Metapedia 
  11. «Kezdőlap». hu.metapedia.org (em Hungarian). Metapedia 
  12. (em sueco) Nazistsida blir fall för JK
  13. (em sueco) Nazist anhållen för grovt rån
  14. Fleischer, Rasmus (2014). «Two Fascisms in contemporary Europe». In: Deland, Mats; Minkenberg, Michael; Mays, Cristin. In the Tracks of Breivik: Far Right Networks in Northern and Eastern Europe (em inglês). Wien-Berlin: Lit Verlag. p. 63. ISBN 9783643905420 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]