Mundo Cão (1962)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Mondo Cane)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mondo Cane
Mundo Cão (PRT/BRA)
Itália
1962 •  cor •  105 min 
Direção Gualtiero Jacopetti
Paolo Cavara
Franco Prosperi
Roteiro Paolo Cavara
Gualtiero Jacopetti
Género documentário
drama
Idioma Italiano
Página no IMDb (em inglês)

Mondo Cane (bra/prt: Mundo Cão)[1][2] é um documentário italiano de 1962 dirigido por Paolo Cavara, Gualtiero Jacopetti e Franco Prosperi[1], que deu origem ao gênero conhecido hoje como shockumentary[carece de fontes?].

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A película narra uma série de viagens por distintas culturas exóticas ao redor do mundo. Foi objeto de numerosas imitações, incluindo o filme Schocking Asia e Faces of Death.

A canção More, composta por Riz Ortolani e Nino Oliviero, foi indicada, em 1963, ao Oscar de melhor canção original[3]. Traduzida para o inglês por Norman Newell, foi gravada por Roy Orbison e muitos outros artistas e orquestras do mundo inteiro[carece de fontes?].

Foi indicado à Palma de Ouro, em Cannes, em 1962 [4], mas perdeu para o O Pagador de Promessas.

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. a b «Mundo Cão». Brasil: CinePlayers. Consultado em 27 de janeiro de 2019 
  2. «Mundo Cão». Portugal: CineCartaz. Consultado em 27 de janeiro de 2019 
  3. «36.º Oscar - 1964». CinePlayers. Consultado em 27 de janeiro de 2019 
  4. Festival de Cannes
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema italiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.