Monkey Island

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Monkey Island
Gênero(s) Aventura
Desenvolvedora(s)
Publicadora(s)
Criador(es) Ron Gilbert
Escritor(es)
Compositor(es) Michael Land
Plataformas Atari ST, Amiga, DOS, Windows, Mac OS Classic, macOS, Sega CD, PlayStation 2, Xbox Live Arcade, WiiWare, PlayStation Network, iOS, Nintendo Switch
Primeiro título The Secret of Monkey Island
15 de outubro de 1990[1]
Último título Return to Monkey Island
19 de setembro de 2022
Portal Portal de jogos eletrônicos

Monkey Island é uma série de jogos eletrônicos de aventura. Os primeiros quatro jogos da série foram desenvolvidos e publicados pela LucasArts e o quinto pela Telltale Games. O sexto jogo foi desenvolvido pela Terrible Toybox e publicado pela Devolver Digital.

Os jogos seguem as desventuras de Guybrush Threepwood enquanto ele tenta se tornar o pirata mais famoso do Caribe, derrotar os planos do pirata zumbi LeChuck e roubar o coração da governadora Elaine Marley. O enredo de cada jogo geralmente envolve a misteriosa Monkey Island e seus segredos impenetráveis.

O primeiro jogo da série foi criado por Ron Gilbert, Tim Schafer e Dave Grossman. Gilbert e Grossman trabalharam nos dois primeiros jogos antes de deixarem a LucasArts. O terceiro e o quarto jogo foram criados sem o envolvimento da equipe original. Grossman voltou a trabalhar na série a partir do quinto jogo, e Gilbert dirigiu o sexto jogo, Return to Monkey Island.

Visão geral[editar | editar código-fonte]

Personagens[editar | editar código-fonte]

Os jogos incluem uma grande variedade de personagens, muitos recorrentes através de toda a série. Todos os jogos compartilham dos mesmos três protagonistas: o herói Guybrush Threepwood, seu interesse amoroso Elaine Marley e o vilão, o pirata zumbi LeChuck.[2] Muitos outros personagens como a misteriosa Voodoo Lady, a espadachim Carla, o vendedor estereotípico Stan S. Stanman, a caveira demoníaca falante Murray, o cartógrafo Wally e o aventureiro Herman Toothrot aparecem múltiplas vezes na franquia.[3][4]

Inspiração[editar | editar código-fonte]

As duas principais inspirações de Ron Gilbert para a história foram o brinquedo Pirates of the Caribbean da Disneyland na Califórnia, bem como o livro On Stranger Tides (1987), de Tim Powers.[5] O livro foi a inspiração para os personagens e enredo, enquanto o brinquedo foi a inspiração para a ambientação. Gilbert disse em uma entrevista que "[o brinquedo] mantém você se movendo pela aventura mas eu sempre quis poder sair a andar por aí, aprender mais sobre os personagens e encontrar uma forma de entrar naqueles navios. Então com The Secret of Monkey Island eu queria criar um jogo que tivesse o mesmo estilo, mas onde você pode sair do barco e entrar naquele mundo."[6]

Jogos[editar | editar código-fonte]

Linha do tempo de anos de lançamento
Uma linha do tempo do lançamento de jogos da série Monkey Island, excluindo portes e recriações.
1990The Secret of Monkey Island
1991Monkey Island 2: LeChuck's Revenge
1992
1993
1994
1995
1996
1997The Curse of Monkey Island
1998
1999
2000Escape from Monkey Island
2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009Tales of Monkey Island
2010
2011
2012
2013
2014
2015
2016
2017
2018
2019
2020
2021
2022Return to Monkey Island

The Secret of Monkey Island (1990)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The Secret of Monkey Island

A série foi iniciada em 15 de outubro de 1990[1] com o lançamento de The Secret of Monkey Island para Amiga, MS-DOS, Atari ST e Mac OS Classic,[7][8][9][10] mais tarde também lançado para Mega-CD.[11] Uma recriação do jogo com gráficos atualizados e dublagem foi lançada para PlayStation Network, Windows, Xbox Live Arcade e OS X.[12][13][14] Uma versão para iPhone também foi lançada em 23 de julho de 2009.[15]

O jogo conta a história do protagonista Guybrush Threepwood em sua jornada para se tornar um pirata, devendo completar três desafios. Durante o processo, ele conhece e se apaixona pela governadora Elaine Marley, que o pirata fantasmagórico LeChuck também ama. Quando Elaine é capturada, Guybrush encontra uma tripulação e um barco para seguir LeChuck, derrotá-lo e resgatar sua amada.[16]

Monkey Island 2: LeChuck's Revenge (1991)[editar | editar código-fonte]

O segundo jogo, Monkey Island 2: LeChuck's Revenge, foi lançado em 1991 para MS-DOS, Amiga, Mac OS Classic e FM Towns.[8][17][18] Uma recriação do jogo, no mesmo estilo de The Secret of Monkey Island, foi lançada em 23 de julho de 2010 para iOS, macOS, Windows, PlayStation 3 e Xbox 360.[19][20]

Como Guybrush, com um baú do tesouro e pendurado por cordas acima de um abismo, ele conta a Elaine a história do jogo. Ele decide encontrar o maior dos tesouros, o de Big Whoop. Sem querer, ele ajuda a reviver LeChuck, agora em forma zumbi. Guybrush é eventualmente capturado por seu aqui-inimigo mas consegue escapar com a ajuda de Wally e encontra o tesouro, mas acaba pendurado por uma corda, voltando à cena do início do jogo. Enquanto Threepwood conclui sua história, sua corda se rompe e ele enfreta LeChuck, finalmente derrotando-o usando vodu.[21]

The Curse of Monkey Island (1997)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The Curse of Monkey Island

The Curse of Monkey Island, o terceiro jogo da série, foi lançado exclusivamente para Windows em 1997, depois de um hiato de 6 anos. Diferente dos jogos anteriores, que possuiam gráficos baseados em pixels, ele inclui gráficos animados em 2D com personagens mais cartunescos.[22]

Sem querer, Guybrush transforma Elaine em uma estátua de ouro com um anel amaldiçoado, e ela é rapidamente roubada por piratas. Ele a encontra e procura um anel que possa reverter a amldição. LeChuck aparece em uma forma demoníaca ardente, e segue Guybrush de perto até uma batalha final no brinquedo Monkey Mountain do parque de diversões do vilão.[23]

Escape from Monkey Island (2000)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Escape from Monkey Island

O quarto jogo da série, Escape from Monkey Island foi lançado em 2000 para Windows, com versões lançadas mais tarde para MacOS e PlayStation 2.[24][25]

Quando Guybrush Threepwood e Elaine Marley retornam de sua lua de mel, eles descobrem que Elaine havia sido declarada morta, sua mansão recebeu uma ordem para ser destruída e sua posição como governadora será sujeita a eleições. Guybrush investiga e encontra uma conspiração de LeChuck e do novo vilão Ozzie Mandrill para usar um talismã vodu que tornaria todos os piratas do Caribe dóceis, transformando a região em um centro de turismo.[26]

Tales of Monkey Island (2009)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Tales of Monkey Island

Tales of Monkey Island, quinto jogo da série, foi co-desenvolvido pela Telltale Games e pela LucasArts, com um lançamento episódio em cinco partes para WiiWare e Windows. O primeiro foi lançado em 7 de julho de 2009, e o último em 8 de dezembro do mesmo ano.[27][28] Uma versão para PlayStation 3 contendo todos os episódios foi lançada em 2010.[29]

Durante uma batalha com seu arqui-inimigo LeChuck, Guybrush Threepwood sem querer liberta uma varíola maligna que se espalha rapidamente pelo Caribe, transformando piratas em monstros. A Voodoo Lady aconselha Guybrush a ir em uma jornada em busca de uma esponja do mar lendária para travar a epidemia, mas essa aventura se torna mais confusa do que parece ao início, envolvendo lutas contra a nova personagem e caçadora de tesouros Morgan LeFlay e uma conspiração do novo vilão Marquis de Singe.[30]

Return to Monkey Island (2022)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Return to Monkey Island

O sexto jogo da série, Return to Monkey Island foi lançado em 19 de setembro de 2022 para Nintendo Switch e Windows.[31] O jogo foi uma colaboração entre a desenvolvedora Terrible Toybox, a Lucasfilm Games e a publicadora Devolver Digital, além de ser o primeiro a ser dirigido pelo criador da série Ron Gilbert desde Monkey Island 2: LeChuck's Revenge.[32] Diferente dos dois jogos anteriores, ele volta a ter gráficos em 2D como os três primeiros, além de contar com um novo sistema de interface de usuário.[33]

Referências

  1. a b Ehrenhofler, Courtney (16 de outubro de 2020). «The Secret of Monkey Island - A 30-Year Look Back». TechRaptor (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  2. «Ron Gilbert, Dave Grossman – Return to Monkey Island». Adventure Gamers (em inglês). 14 de abril de 2022. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  3. Mallender, Robin (4 de julho de 2022). «All Return To Monkey Island Characters Confirmed For Comebacks». ScreenRant (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  4. Alexander, Harry (3 de julho de 2022). «Return to Monkey Island Trailer, Plot & News to Know». CBR (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  5. Gilbert, Ron (20 de setembro de 2004). «On Stranger Tides». Grumpy Gamer. Consultado em 25 de setembro de 2022. Arquivado do original em 23 de julho de 2013 
  6. «The Secret of Creating Monkey Island - An Interview With Ron Gilbert, excerpt from LucasFilm Adventurer vol. 1, number 1, Fall 1990.». The Monkey Island SCUMM Bar (em inglês). 1990. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  7. «Why 'Monkey Island' creators returned to 1990s classic game». France 24 (em inglês). 23 de setembro de 2022. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  8. a b Tones, John (30 de agosto de 2022). «Ya puedes jugar gratis a la saga 'Monkey Island' desde el ordenador mientras esperas la nueva entrega». Xataka (em espanhol). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  9. «The 15 best Games on the Atari ST were released - Game News 24» (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  10. Jabulas, Marcelo (10 de outubro de 2020). «Clássico do PC, 'The Secret of Monkey Island' completa 30 anos». Hoje em Dia. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  11. Qaiser, Usama (7 de setembro de 2022). «32 BEST Sega CD Games Of All Time». eXputer.com (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  12. Oliveira, Marcus (4 de setembro de 2015). «Parabéns, Guybrush! Monkey Island completa 25 anos». IGN Brasil. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  13. «How to play the Monkey Island games in order». Gamepur (em inglês). 28 de junho de 2022. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  14. «12 Best Pirate Games For An Ultimate Adventure». www.technewstoday.com (em inglês). 26 de junho de 2022. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  15. «'The Secret of Monkey Island: Special Edition' First Impressions and Video – TouchArcade» (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  16. Lucasfilm Games (15 de outubro de 1990). The Secret of Monkey Island (em inglês). MS-DOS. Lucasfilm Games.
  17. Pinto, Luis (29 de agosto de 2013). «TOP 100 - Os Melhores Jogos de Sempre! Do 80 ao 71...». MHD. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  18. Oña, David (15 de abril de 2022). «El impacto de Monkey Island 2: Lechuck's Revenge y todo lo que sabemos y esperamos de Return to Monkey Island». IGN España (em espanhol). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  19. «Monkey Island 2: LeChuck's Revenge - Special Edition review». Adventure Gamers (em inglês). 23 de julho de 2010. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  20. «Images de Monkey Island 2 : LeChuck's Revenge : Special Edition». Jeuxvideo.com (em francês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  21. Lucasfilm Games (dezembro de 1991). Monkey Island 2: LeChuck's Revenge (em inglês). MS-DOS. Lucasfilm Games.
  22. «The Curse of Monkey Island Review». GameSpot (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  23. LucasArts (novembro de 1997). The Curse of Monkey Island (em inglês). Windows. LucasArts.
  24. Bronstring, Marek (19 de maio de 2002). «Escape From Monkey Island review». Adventure Gamers (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  25. Moreira, San (8 de junho de 2020). «10 Jogos de PS2 que merecem uma remasterização». PS Verso. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  26. LucasArts (8 de novembro de 2000). Escape from Monkey Island (em inglês). Windows. LucasArts.
  27. «Tales of Monkey Island: Episode One Review | bit-tech.net». bit-tech.net (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  28. Joaquin, John Paul M. (15 de abril de 2022). «Ron Gilbert's Return to Monkey Island To Feature the Place Where the Series Started». iTechPost. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  29. «Tales of Monkey Island Sails to the PlayStation 3 June 15». IGN (em inglês). 11 de junho de 2010. Consultado em 25 de setembro de 2022 
  30. Telltale Games (2009). Tales of Monkey Island (em inglês). Windows. Telltale Games.
  31. Skrebels, Joe (23 de agosto de 2022). «Return to Monkey Island Gets September Release Date at Gamescom Opening Night Live». IGN (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  32. «Ron Gilbert is making a new Monkey Island game, and it will be out this year». The Verge (em inglês). Consultado em 25 de setembro de 2022 
  33. «Latest Return to Monkey Island clip shines light on streamlined UI». Eurogamer.net (em inglês). 22 de agosto de 2022. Consultado em 25 de setembro de 2022