Monte Estoril

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
CSC.png Monte Estoril
—  Localidade no Concelho de Cascais  —
Vista geral do Monte Estoril a partir de Cascais.
Vista geral do Monte Estoril a partir de Cascais.
CSC Monte Estoril.svg
País Portugal
Região Área Metropolitana de Lisboa
Concelho Cascais
Freguesia Cascais e Estoril

Monte Estoril é uma pequena localidade situada na zona mais alta e luxuosa das freguesias de Cascais e Estoril. Situada num local privilegiado da Linha de Cascais, tornou-se muito famosa pelas suas praias, casas senhoriais e pequenos palacetes, e por ser um local de eleição da classe alta nacional e internacional.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O Monte Estoril teve origem no início do século XX, desenvolvendo-se a partir da construção dos caminhos de ferro que ligam a cidade de Lisboa à vila de Cascais. Com uma localização privilegiada e devido às suas bonitas paisagens, em 1910, ano da implantação da República Portuguesa, o Monte Estoril já era um local de eleição da aristocracia, e, posteriormente, com a Segunda Guerra Mundial, passou a ser refúgio de exilados políticos e local de eleição de muitos membros da realeza europeia.

O Grande Casino Internacional do Monte Estoril (1920).

A sua arquitectura denota esta luxuosa história, congregando o Monte Estoril inúmeras casas apalaçadas, refúgios aristocráticos de Verão e ainda algumas obras de sonho, como é exemplo a Casa do Monte Estoril (construída em 1917 num estilo barroco joanino, produto acabado da "arquitectura de ostentação" que marcou este período e toda a Linha do Estoril), ou as vivendas Rey Colaço, Jorge Colaço e Batalha Reis e o Palácio Saint Julian’s. Foi nessa mesma época que surgiram os primeiros projectos de complexos turísticos e termais de luxo, atraindo cada vez mais visitantes à própria região.[2]

O Jardim Carlos Anjos, dedicado àquele que foi um dos impulsionadores do desenvolvimento turístico do Monte Estoril, também conhecido por Jardim dos Passarinhos, encontra-se ainda hoje rodeado de hotéis de charme. Quanto ao paredão que separa a localidade do Monte Estoril das suas bonitas praias, este tornou-se numa das imagens de marca da região, conduzindo as pessoas de Cascais até São João do Estoril, e está repleto de bares e restaurantes.

No Monte Estoril encontra-se também o Teatro Municipal Mirita Casimiro e o Museu da Música Portuguesa constituído pelo espólio de Fernando Lopes-Graça e Michel Giacometti, estando instalado na Casa-Museu Verdades de Faria, uma obra de Raúl Lino, conhecido como um dos principais arquitectos da região.[3]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Monte Estoril in GuiadaCidade.pt
  2. Monte Estoril in GuiadaCidade.pt
  3. Monte Estoril in GuiadaCidade.pt

Ver também[editar | editar código-fonte]