Moon Jae-in

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Moon Jae-in
문재인
Moon Jae-in em 2017.
12° Presidente da Coreia do Sul
Período 10 de maio de 2017
até atualidade
Antecessor Hwang Kyo-ahn (interino)
Presidente do Partido Democrático da Coreia
Período 10 de fevereiro de 2015
até 25 de janeiro de 2016
Antecessor Ahn Cheol-soo
Kim Han-gil
Sucessor Kim Chong-in
Membro da Assembleia Nacional
Período 30 de maio de 2012
até 30 de maio de 2012
Antecessor Chang Je-won
Sucessor Chang Je-won
Dados pessoais
Nome completo Moon Jae-in
Nascimento 24 de janeiro de 1953 (66 anos)
Geoje, Coreia do Sul
Nacionalidade Sul-coreano
Alma mater Universidade Kyung Hee
Cônjuge Kim Jeong-suk
Filhos 2
Partido Partido Democrático da Coreia
Religião Catolicismo romano
Profissão Advogado
Assinatura Assinatura de Moon Jae-in
Serviço militar
Lealdade  Coreia do Sul
Serviço/ramo Exército
Anos de serviço 1975-1978
Graduação Sargento
Moon Jae-in
Nome em coreano
Hangul 문재인
Hanja
Romanização revisada Mun Jaein
McCune-Reischauer Mun Chaein

Moon Jae-in (em coreano: 문재인; Hanja: 文在寅; Geoje, 24 de janeiro de 1953) é um advogado e político sul-coreano, atual presidente de seu país, desde 10 de maio de 2017.[1][2][3][4]

Jae-in é filho de refugiados norte-coreanos, graduou-se em direito e foi um líder estudantil. Enquanto estudava, foi preso por tentar derrubar o regime militar sul-coreano. Após o retorno da democracia, tornou-se um advogado dos direitos humanos. Na eleição de 2012, perdeu para Park Geun-hye por um milhão de votos (51,55-48,02%).[5]

Na sua plataforma eleitoral para a eleição de 2017, Jae-in, visto como um liberal, comprometeu-se a melhorar os laços com a vizinha Coreia do Norte, aumentar os salários, criar empregos, potencializar as pequenas e médias empresas para reduzir a concentração de riqueza, e revisar a implantação de um sistema anti-mísseis em seu país.[5][6]

Ele foi um grande amigo do nono Presidente da Coreia do Sul, Roh Moo-hyun (1946-2009).[5][6] Moon Jae-in também foi um membro fundador do jornal progressista sul-coreano The Hankyoreh, em 1988.[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Moon Jae-In declara vitória em eleição para presidente na Coreia do Sul». g1.globo.com. G1 - Mundo. 9 de maio de 2017. Consultado em 9 de maio de 2017 
  2. AR (24 de abril de 2017). «Moon Jae-in cada vez mais favorito à presidência da Coreia do Sul». tvi24.iol.pt. Tvi24. Consultado em 9 de maio de 2017 
  3. «Meet Moon Jae-in, South Korea's Likely Next President». www.wsj.com (em inglês). The Wall Street Journal. 5 de maio de 2017. Consultado em 9 de maio de 2017 
  4. AP (10 de maio de 2017). «S. Korea's Moon begins term as president after landslide election win confirmed». www.france24.com (em inglês). France 24. Consultado em 31 de maio de 2019 
  5. a b c «Advogado liberal é favorito para suceder presidente destituída da Coreia do Sul». folhavitoria.com.br. Folha Vitoria. 6 de maio de 2017. Consultado em 9 de maio de 2017 
  6. a b EFE (5 de maio de 2017). «Moon Jae-in, o defensor dos direitos civis que tenta chegar à presidência». terra.com.br. Terra. Consultado em 9 de maio de 2017 
  7. Fifield, Anna (2 de maio de 2017). «South Korea's likely next president asks the U.S. to respect its democracy». www.washingtonpost.com (em inglês). The Washington Post. Consultado em 31 de maio de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Cargos políticos
Precedido por:
Hwang Kyo-ahn
Presidente da Coreia do Sul
10 de maio de 2017 – Incumbente
Sucedido por:
-