Motores Judd na Fórmula 1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Motor Judd AV de 1989

Fornecimento de Motores[editar | editar código-fonte]

Ano Construtor Motor
1988 Reino Unido March Judd CV 3.5 V8
Reino Unido Williams Judd CV 3.5 V8
França Ligier Judd CV 3.5 V8
1989 Reino Unido March Judd EV 3.5 V8
Reino Unido Lotus Judd CV 3.5 V8
Reino Unido Brabham Judd CV 3.5 V8
Itália EuroBrun Judd CV 3.5 V8
1990 Reino Unido Leyton House Judd EV 3.5 V8
Reino Unido Brabham Judd EV 3.5 V8
Itália EuroBrun Judd CV 3.5 V8
1991 Reino Unido Lotus Judd EV 3.5 V8
Itália Dallara Judd GV 3.5 V10
1992 Reino Unido Brabham Judd GV 3.5 V10
Itália Andrea Moda Judd GV 3.5 V10

Campeonato de Pilotos[1][editar | editar código-fonte]

Ano Pos Piloto
1988 Itália Ivan Capelli

Campeonato de Construtores[1][editar | editar código-fonte]

Ano Pos Construtor
1988 Reino Unido March
1989 Reino Unido Lotus

Pódios[1][editar | editar código-fonte]

Ano Grande Prêmio Pos Piloto Construtor
1988 Grã-Bretanha Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams
1988 Bélgica Itália Ivan Capelli Reino Unido March
1988 Portugal Itália Ivan Capelli Reino Unido March
1988 Espanha Reino Unido Nigel Mansell Reino Unido Williams
1989 Brasil Brasil Maurício Gugelmin Reino Unido March
1989 Mônaco Itália Stefano Modena Reino Unido Brabham
1990 França Itália Ivan Capelli Reino Unido Leyton House
1991 San Marino Finlândia J.J.Lehto Itália Dallara

Números na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

  • Vitórias: 0[2] (0%[3])
  • Pole-Positions: 0[4] (0%[5])
  • Voltas Mais Rápidas: 3[6]
  • Triplos (Pole, Vitória e Volta Mais Rápida) 0[7] (não considerando os pilotos, apenas o motor)
  • Pontos: 86[8]
  • Pódiuns: 8[9]
  • Grandes Prêmios: 68[10] (Todos os Carros: 284[11])
  • Grandes Prêmios com Pontos: 25[12]
  • Largadas na Primeira Fila: 2[13]
  • Posição Média no Grid: 15,705[14]
  • Km na Liderança: 177,444 Km[15]
  • Primeira Vitória: 0 Corrida[16]
  • Primeira Pole Position: 0[17]
  • Não Qualificações: 59[18]
  • Desqualificações: 2[19]
  • Porcentagem de Motores Quebrados: 58,450%[20]

Referências