Muita Calma Nessa Hora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Muita Calma Nessa Hora
 Brasil
2010 •  cor •  92 min 
Direção Felipe Joffily
Produção Augusto Casé
Rik Nogueira
Roteiro Rik Nogueira
Augusto Casé (história)
João Avelino
Rosana Ferrão
Bruno Mazzeo
Elenco Gianne Albertoni
Débora Lamm
Andréia Horta
Fernanda Souza
Marcelo Adnet
Luis Miranda
Dudu Azevedo
Maria Clara Gueiros
Nelson Freitas
Gênero Comédia
Música André Moraes
Direção de arte Valéria Costa
Direção de fotografia Marcelo Brasil
Figurino Renata Russo
Paulo Barbosa Lima
Edição Marcelo Moraes
Companhia(s) produtora(s) Casé Filmes
Idéias Ideais
Distribuição Europa Filmes
Riofilme
Lançamento 12 de novembro de 2010[1]
Idioma Português
Orçamento R$ 2 milhões.
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Muita Calma Nessa Hora é um filme brasileiro de 2010, do gênero comédia, dirigido por Felipe Joffily e co-escrito por Bruno Mazzeo.[2][3][4]

O filme foi produzido pela Casé Filmes, Ideias Ideais e Riofilmes. O título deriva de uma expressão frequentemente proferida pelo personagem Juvenal Antena, da telenovela Duas Caras, que veio a tornar-se parte do calão popular. Teve ainda uma sequência em 2013, Muita Calma Nessa Hora 2.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Tita (Andréia Horta), Mari (Gianne Albertoni) e Aninha (Fernanda Souza) são amigas que enfrentam momentos de decisão: a sempre indecisa Aninha é pressionada pelos pais (Louise Cardoso e Marcelo Tas) para tomar um rumo na vida, Mari sofreu assédio sexual de seu chefe (Lúcio Mauro), e Tita foi traída pelo noivo (Bruno Mazzeo). Decididas a relaxar, elas partem para curtir um fim de semana em Búzios, onde Tita tinha alugado uma casa de praia para a lua de mel. No caminho encontram com Estrella (Débora Lamm), uma hippie em busca de seu pai desaparecido a quem dão carona. Juntas, elas passam por momentos de grande diversão no local.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Marcelo Hessel em sua crítica para o Omelete disse que "se você, jovem, procura uma mistura de Sex and the City com Sonho de Verão (...) talvez esteja um pouco mais perto de se identificar com este filme."[5] Rafael Oliveira para o Plano Crítico escreveu: "Em meio a um mar de comédias nacionais que, cada vez mais, usavam e abusavam do humor escrachado e quase ofensivo, Muita Calma Nessa Hora é uma produção que se destaca. (...) Mas ainda fica aquela sensação de que é um cinema nacional sem identidade própria: clichês à torto e a direito que mais aproximam o filme de uma versão tupiniquim do seriado Sex and the City."[6]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Na primeira semana 261 775 pessoas assistiram o filme nos cinemas. A partir da segunda semana o número de bilhetes vendidos de Muita Calma Nessa Hora passou a cair consecutivamente, finalizando com um público de 1 368 586 após sete semanas em cartaz.[7]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

01. I Was Born In The 90s - Mickey Gang
02. Meu Lugar - Redtrip
03. Muita Calma Nessa Hora - Leoni
04. Minha Praia - Seu Cuca
05. Tudo Me Faz Lembrar Você - Jota Quest
06. A Saideira (Samba Negro) - Jair Oliveira e Wilson Simoninha
07. Essa Menina - Antonio Julio Nastácia
08. Muita Calma Nessa Hora - Pitty
09. O sol - Jota Quest
10. O Que é, o que é - Gonzaguinha
11. Menino do Rio - Caetano Veloso
12. Virgin - Mickey Gang
13. Running Alone - Henrique Mutschler
14. Quero Chiclete - Chiclete com Banana [8][9][10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

  1. «Muita Calma Nessa Hora”: um filme jovem com muito humor, surf e música». Alma Surf. 26 de outubro de 2010. Consultado em 28 de abril de 2015.  C1 control character character in |titulo= at position 23 (Ajuda)
  2. «Bruno Mazzeo fala sobre seu novo filme, 'Muita Calma Nessa Hora'». EGO. 4 de maio de 2009. Consultado em 9 de julho de 2010. 
  3. Luiz Joaquim. «Em 2010, o cinema brasileiro vai mandar». Folha de Pernambuco. Consultado em 9 de julho de 2010. 
  4. «Muita Calma Nessa Hora». ePipoca. Consultado em 9 de julho de 2010. 
  5. Marcelo Hessel (11 de novembro de 2010). «Muita Calma Nessa Hora». omelete.uol.com.br. Consultado em 22 de outubro de 2016. 
  6. Rafael Oliveira (17 de janeiro de 2014). «Muita Calma Nessa Hora». www.planocritico.com. Consultado em 22 de outubro de 2016. 
  7. «Bilheterias de filme Muita Calma Nessa Hora». www.adorocinema.com. Consultado em 28 de outubro de 2016. 
  8. multishow.globo.com/ Trilha-sonora original
  9. http://www.radio.uol.com.br/#/volume/seu-cuca/muita-calma-nessa-hora---trilha-sonora/20807
  10. http://entretenimento.r7.com/musica/noticias/trilha-de-muita-calma-nessa-hora-tem-musicas-de-pitty-e-jota-quest-20101008.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.