Clichê

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura Cliché (fotografia), veja Calótipo.

Um clichê ou cliché[1] (português europeu) (do francês cliché), em tipografia, diz respeito a uma matriz gravada em placa metálica e destinada à impressão de imagens e textos.[2]

Na linguística[editar | editar código-fonte]

Aplicada em sentido figurado, a palavra se tornou sinônimo de tudo o que já foi objeto de repetição excessiva e perdeu a originalidade. Assim, clichê também pode significar uma ideia que se repete com tanta frequência que já se tornou previsível dentro de um dado contexto.[3] Nesse caso, corresponde ao conceito de 'lugar-comum' ou 'chavão'. Exemplo: em romances policiais, diz-se que "o mordomo é sempre o culpado do assassinato do patrão" ou "no final, o bem triunfa: o herói mata o vilão" etc.

Exemplos de expressões clichê na língua portuguesa[editar | editar código-fonte]

Estas expressões e tantas outras, muito utilizadas na linguagem coloquial, constituem lugares-comuns e devem ser evitadas em textos formais.

  • "a toque de caixa"
  • "atingir em cheio"
  • "chegar a um denominador comum"
  • "colocar um ponto final em"
  • "conjugar esforços"
  • "de vento em popa"
  • "dirimir dúvidas"
  • "leque de opções"
  • "passar em brancas nuvens"
  • "pôr a mão na massa"
  • "via de regra"
  • "voltar à estaca zero"

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário tem o verbete clichê.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Clichê
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre tipografia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.