Utopia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde novembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Utopia (desambiguação).
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.

Utopia tem como significado mais comum a ideia de civilização ideal, imaginária, fantástica. Pode referir-se a uma cidade ou a um mundo, sendo possível tanto no futuro, quanto no presente, porém em um paralelo. Pode também ser utilizado para definir um sonho ainda não realizado. Uma fantasia, uma esperança muito forte. Utopia é um projeto humanista de transformação social e representa aspectos capitais do humanismo renascentista.

A palavra foi criada a partir do grego: "u" (prefixo de negação) e "tópos" (lugar), portanto, o "não-lugar" ou "lugar que não existe".


Utopia é um termo inventado por Thomas Morus que serviu de título para sua principal obra escrita em latim por volta de 1516. Segundo a versão de vários historiadores, More se fascinou pelas narrações extraordinárias do Navegador português Rafael Hitlodeu que navegara com Américo Vespúcio nas suas últimas viagens e ficara no litoral da América enquanto Vespúcio regressava à Europa. Aí conhecera múltiplas regiões e visitara uma ilha cuja situação geográfica Rafael não mencionou. O encontro com Thomas More é mediado por Pedro Gilles e dáse em Antuérpia, onde More se encontra de passagem. O longo diálogo com Rafael, divide-se em duas partes: na primeira parte, More tece duras críticas à sociedade real em que vive, aspirando por uma sociedade perfeita; a segunda parte consta da narração de Rafael da ilha idealizada que conhecera com todos os pormenores. A organização política, social, como se organizavam as famílias, a divisão dos trabalhos, as cidades, a alimentação, a saúde, etc, etc. Nesta ilha todos vivem felizes, não desejam mais do que têm, pois cada um tem o que necessita, não mais; praticam as virtudes da temperança e da moderação. ESta ilha imaginária apresenta uma das sociedades 'possíveis', constituída com base na razão humana; trata-se de um verdadeiro exercício mental para resolver um problema que More enuncia do seguinte modo: dado um país no qual se ignorasse por completo tudo o que diz a revelação cristã, mas onde a razão humana pudesse resolver com isenção as questões do bem comum, que soluções se dariam para a organização política e social? A resposta - ou uma resposta - de Tomas More: a Utopia. Mas há que ter em conta que o pensamento utópico pretende apurar uma racionalidade política, por um lado, e por outro, alimenta-se da imaginação, da fantasia, da fuga para um mundo irreal. A utopia é uma espécie de jogo entre um real que se rejeita e um ideal que se espera e se deseja.

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • A República, Platão (cerca de 380 AC) é uma das primeiras concepções de uma utopia.
  • Livro de Apocalipse/Revelação (Bíblia Sagrada), (primeiro século DC), uma nova Terra de Deus no poder, não mais a morte, e uma nova Jerusalém.
  • Utopia (1516) por Thomas More. A sociedade utópica é uma sociedade privada onde todos os cidadãos vivem em cooperação. "E embora ninguém possua coisa alguma, todos são ricos".
  • O Capital, de Karl Marx (1848, no criticado por ele, o chamado "Manifesto Comunista", que distorce sua obra; Karl Marx se expressou na Inglaterra em jornais de grande mídia da época, que se os chamados "comunistas" em seu livro, não partirem para o socialismo de mercado, cairão em Utopia", falácia sua obra e que é contra, o que denominava de "Capitalismo Selvagem, de Estado", na obra e tradução original para o inglês.
  • A Utopia Moderna (1905) por H. G. Wells.
  • A História das Utopias (1922) por Lewis Mumford.
  • O Fim da Utopia (1980) Herbert Marcuse.
  • Uniorder: Build Yourself Paradise (2014) by Joe Oliver - Manual de instruções para construir a Utopia de Thomas More através do uso de computadores.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Utopia
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

References[editar | editar código-fonte]

  1. Entrada na biblioteca japonesa National Diet Library: http://iss.ndl.go.jp/books/R100000002-I026253536-00