NHI NH90

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
NHI NH90
Picto infobox helicopter.png
MRH-90 num desfile aéreo na Austrália
Descrição
Tipo / Missão Helicóptero de transporte médio/utilitário
País de origem  França
 Alemanha
 Países Baixos
 Itália
Fabricante NHIndustries
Período de produção 1995-presente
Quantidade produzida Até junho de 2014, 200 unidade(s)
Custo unitário 43.3 milhões (NH90 NFH, ano fiscal de 2013)
Primeiro voo em 18 de dezembro de 1995 (19 anos)
Introduzido em 2007
Tripulação 2
Soldados 20 sentados ou
12 macas ou
2 x paletes da OTAN ou
4 200 kg (9 260 lb) de carga
Especificações
Dimensões
Comprimento 16,13 m (52,9 ft)
Altura 5,23 m (17,2 ft)
Diâmetro do(s) rotor(es) 16,30 m (53,5 ft)
Peso(s)
Peso vazio 6 400 kg (14 100 lb)
Peso de decolagem 10 600 kg (23 400 lb)
Propulsão
Motor(es) 2 x turboshafts MTU/Rolls-Royce/Turbomeca MTR322 ou General Electric T700-T6E
Potência (por motor) 2 230 hp (1 660 kW)
Performance
Velocidade máxima 300 km/h (162 kn)
Alcance bélico 1 000 km (621 mi)
Teto máximo 6 000 m (19 700 ft)
Razão de subida 8 m/s
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 2 x de cada lado
Mísseis anti-submarino ou/e mísseis anti-superfície (versão NFH)
Notas
Dados de: The International Directory of Military Aircraft, 2002/2003[1]

O NHI NH90 é um helicóptero bi-motor multi-usos fabricado pelas indústrias NHI, uma empresa estabelecida pela Agusta, Eurocopter e Stork Fokker Aerospace.

O NH90, que pode ser voado por um único piloto, está desenhado para operar tanto em estado diurno ou nocturno.

História[editar | editar código-fonte]

A 1 de Setembro de 1992, as indústrias NHI assinaram contrato de concepção-e-desenvolvimento com a NAHEMA (Agência de Manutenção de Helicópteros da NATO, na sigla em inglês). Esta agência representa as cinco nações participantes: França, Itália, Alemanha, Países Baixos e Portugal — tendo este último entrado a 21 de Junho de 2001.

A concepção começou em 1993. O primeiro protótipo, o PT1, fez o seu primeiro voo a 18 de Dezembro de 1995.

O segundo protótipo, o PT2, voou pela primeira vez a 19 de Março de 1997 e o terceiro protótipo, o PT3, a 27 de Novembro 1998.

A 30 de Junho de 2000, uma industrialização de um primeiro contrato para 298 NH90s foi assinado entre a NAHEMA e NHI.

A 29 de Agosto 2003, a Grécia encomendou 34 NH90s.

As entregas começaram em 2004 para os primeiros helicópteros das versões TTH para o exército Alemão e Italiano, e da versão TTT para as Forças de Defesa Finlandesas.

A partir de 2005, as marinhas da Itália e França começaram a receber as suas versões NFH e os primeiros NH90s foram entregues à Suécia e Finlândia.

Versões[editar | editar código-fonte]

NFH: Helicóptero de Fragata da NATO[editar | editar código-fonte]

A principal missão da versão NFH (NATO Frigate Helicopter) é combate autónomo anti-submarino (ASW) e anti-superfície (ASuW), principalmente a partir de navios. Estas aeronaves estão equipadas para operações diurnas e nocturnas, tal como, com mau tempo.

Missões adicionais incluem suporte de combate anti-aéreo, busca & resgate (SAR) e transporte de tropas.

TTH: Helicóptero de Transporte Táctico[editar | editar código-fonte]

A principal missão da versão TTH (Tactical Transport Helicopter) é o transporte de 20 tropas ou mais de 2.500 kg de carga, e operações aéreas de busca e resgate.

Missões adicionais incluem evacuação médica (12 macas), operações especiais, guerra electrónica, posto de comando aéreo, pára-quedismo, transporte VIP e treino de voo.

Um NH90 italiano.

Utilizadores[editar | editar código-fonte]

A actual lista de encomendas é como se segue:

Referências

  1. Frawley, Gerald. "NH Industries NH 90". The International Directory of Military Aircraft, 2002/2003. Fyshwick, Act: Aerospace Publications, 2002. ISBN 1-875671-55-2.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]