O Diário da Princesa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados, veja O Diário da Princesa (filme).
O Diário da Princesa
Livros
Autor Meg Cabot
Idioma original Inglês
Publicado entre 2000 - 2015
País Estados Unidos da América
Género Infantojuvenil

The Princess Diaries (PT/BR: O Diário da Princesa) é uma série de onze livros românticos jovem-adultos escritos por Meg Cabot, publicados a partir de 2000 e terminados em 2015. O filme foi adaptado para o cinema em 2001, tendo Anne Hathaway, como Mia Thermopolis, e Julie Andrews, como Clarisse, no elenco.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Mia Thermopolis, uma garota nova-iorquina comum, descobre, de repente, ser a herdeira de um reino europeu. Ela vai, então, morar com sua avó, a velha rainha de Genovia, Clarisse, para aprender a agir como a verdadeira nobre que é. Mas Clarisse, acha que ela tem muito a aprender antes de poder subir ao trono.

O livro se passa em Nova Iorque, Manhattan, lugar em que Mia crescera desde pequena. Alguns livros se passam em Genovia, que se localiza entre a França e a Itália.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Mia Thermopolis[editar | editar código-fonte]

Mia é a protagonista. Seu nome original é Amelia Mignonette Grimaldi Thermopolis Renaldo.

Ela é filha de Helen Thermopolis e Philippe Renaldo, e é a princesa e herdeira do trono de Genovia, um pequeno principado europeu localizado entre a França e a Itália. Vivendo parte de sua vida no Greenwich Village, Mia estuda na Albert Einstein High School com seus amigos mais próximos (incluindo suas melhores amigas, Lilly Moscovitz e Tina Hakim-Baba). Seu talento oculto é a escrita, e ela narra os principais acontecimentos de sua vida em seus vários diários pessoais. Ela prefere ser chamada apenas de Mia, mas sua melhor amiga, Lilly Moscovitz sempre a chama de BDB (Babona de Bebê), PDG (Princesa De Genovia) ou de PET (Princesa Em Treinamento).

Mia é conhecida pela sua personalidade sarcástica e não feminina; por possuir seios pequenos, altura de 1,80, cabelo esquisito, e pé extremamente grande. Ela também tem tendência de analisar as coisas e também de se preocupar muito, especialmente com coisas inúteis. Mia desenvolve interesse por escrever durante os livros, fazendo doações para o Greenpeace, com o dinheiro que seu pai lhe dá para ter aulas de princesa com a sua avó. Durante o penúltimo livro, Princesa Para Sempre (2009), Mia escreve e publica o seu próprio livro chamado Liberte o Meu Coração, um romance histórico passado na Inglaterra no ano de 1291.

Ela é apaixonada por Michael Moscovitz, irmão mais velho de Lilly, desde que ela estava no primeiro ano do ensino médio e ele no quarto. Lilly sabe dos sentimentos que um sente pelo o outro, mas prefere deixar as coisas acontecerem e eles descobrirem por conta própria. Sem saber como, Mia admite os sentimentos por Michael no Princesa Apaixonada (2002) e para sua felicidade, ele corresponde. Devido à diferença de idade, no entanto, a relação começa a ficar um pouco tensa.

No oitavo livro, Princesa No Limite (2006), Mia descobre que Michael está se mudando para o Japão para

desenvolver o seu protótipo de "CardioBraço" que ajuda médicos a fazer cirurgias cardíacas sem riscos, uma invenção que tem com objetivo, como ele mais tarde disse, provar que ele é "digno de namorar uma princesa". Com o objetivo de mantê-lo na cidade, Mia propõe sexo a ele e acaba descobrindo que Michael perdeu sua virgindade com Judith Gershner, uma antiga colega de classe. Mia, sendo imatura porque ela está de coração partido e com raiva, tira o colar de floco de neve que Michael a deu em seu aniversário de quinze anos no Princesa de Rosa Shocking (2004), significando que o namoro dos dois acabou. Mia, no entanto, se arrepende da decisão. Michael também está abalado com o término.

Também no oitavo livro, Lilly leva "um pé na bunda" pelo seu namorado JP, quem tenta começar a namorar Mia. Mia acidentalmente beija JP, que foi testemunhado por Lilly e Michael, o que o deixa com o coração mais partido ainda. Como resultado, Lilly se recusa a falar com Mia e param de ser amigas mesmo que Mia sempre tente reatar a amizade durante o nono livro. As duas finalmente voltam a ser amigas no Princesa Para Sempre.

No nono livro, Princesa Mia (2007), Mia confia em seu terapeuta, Dr. Loco, todos os seus sentimentos sobre Michael, a quem ela esperava que terminasse com ela por alguém melhor e ela admite que exagerou sobre Judith a ponto de ser a primeira a terminar com Michael. Ela tenta reatar com seu namoro com Michael; ele recusa, mas eles se tornam amigos novamente. Michael é sóbrio sobre toda a situação com Mia durante o seu mandato no Japão e mais tarde volta para Nova Iorque como um multi-milionário no Princesa Para Sempre.

Ignorando o fato de que ela tem um namorado, Mia permanece apaixonada por Michael até o final do penúltimo livro, Princesa Para Sempre. Michael beija Mia e diz para ela que ele nunca parou de amá-la. Mia termina com JP, depois de descobrir que ele só estava usando-a para ter atenção da mídia para sua carreira de roteirista. Mia, finalmente, perde a sua virgindade com Michael, no fim do livro. Mia e Michael finalmente voltaram com o seu namoro e é bem claro que Michael se tornará o seu príncipe consorte no futuro.

No último livro, O Casamento da Princesa (2015), Mia se encontra numa grande confusão. Ela é perseguida por paparazzis e seu pai está perdendo na eleição de primeiro-ministro na Genovia. Além disso, ela é perseguida pelo Demagogo Real, o seu stalker que a apedreja por ter escrito um livro romântico onde a protagonista faz sexo antes do casamento, mais tarde revela-se que o Demagogo Real, na verdade, é JP. Por causa dele, Mia desistiu de escrever livros românticos e, depois da morte do seu padrasto Gianini, fundou o Centro Comunitário Frank Gianini, onde ajuda adolescentes e crianças nas matérias. Michael resolve levar Mia até uma ilha no Caribe e lá é onde ele a pede em casamento; não precisamos nem ler para já sabermos que Mia disse um sim real.

Durante o livro, várias confusões acontecem, incluindo a descoberta de que Mia tem uma meia irmã perdida, a Olivia Grace. Olivia é uma garota doce que gosta de ilustrar e, igual a sua irmã, escreve um diário. No fim do livro, Mia se casa com o Michael e acabam descobrindo que serão pais de gêmeos.

Mia se formou na Sarah Lawrence, em escrita. Também no último livro, o pai de Mia renuncia ao trono, tornando-a princesa governante ao lado da primeira-ministra Dupris.

Clarisse "Grandmére" Marie Grimaldi Renaldo[editar | editar código-fonte]

Clarisse Marie é conhecida formalmente como a Princesa Viúva Clarisse Marie Grimaldi Renaldo.

Clarisse é a princesa viúva de Genovia e avó paternal de Mia. Mia se refere a ela como "Grandmère" (Avó em francês). Quando mais nova, ela se casou com o Príncipe Rupert Renaldo e teve dois filhos. Ela habitualmente omite o "Thermopolis" - nome de Helen, mãe de Mia - do nome completo de Mia. Ela fala francês na maior parte do tempo, mas também sabe falar em inglês. Clarisse sempre está acompanhada com seu poodle miniatura, Rommel, que é conhecido por ter um caso severo de TOC porque ele sempre lambe o seu pelo até ele sair de seu corpo. Ela sempre fuma e bebe alegremente sidecars. Ela não hesita quando vai mentir ou manipular as outras pessoas para conseguir o que ela quer.

Ela e Mia não se olham olho-a-olho: Clarisse está concentrada sempre em atrair publicidade para Genovia e em garantir que Mia não vá envergonhar o seu país, enquanto Mia prefere focar na política. Embora ela e Mia sempre briguem, ela se importa com sua neta e lhe dá conselhos sobre amor e relacionamentos que Mia nunca segue porque conhece a frieza da avó. Como exemplo, quando Clarisse foi casada com o príncipe de Genovia, ela levou-o acreditar que ela só estava interessa em seu status e dinheiro e nem uma única vez disse: "Eu te amo", a fim de manter seu marido na ponta dos pés. Mia também menciona que seu pai tem medo de Clarisse, sua mãe, porque ela sempre o aprisionava nas masmorras do palácio sempre que ele se comportava mal (Embora Mia acha que é porque sua avó tem uma aparência assustadora, no livro Princesa Sob os Refletores (2001). Seu pai responde que ele não tem medo de sua mãe e que ela não é tão ruim quanto Mia acha, Clarisse "só precisa de tratamento adequado").

Enquanto estava em Nova Iorque para dar aulas de princesa para Mia, a princesa viúva viveu no Plaza Hotel porque estava insatisfeita com a qualidade de luxo dos outros hotéis que ela se hospedou. Ela viveu lá até o Princesa No Limite, quando o Plaza teve que ser remodelado.

Clarisse, durante o O Casamento da Princesa (2015), controlou a preparação do casamento de Mia e Michael ao máximo.

Olivia Grace Clarisse Mignonette Harrison Renaldo[editar | editar código-fonte]

Irmã mais nova de Mia, detalhes em breve...

Lilly Moscovitz[editar | editar código-fonte]

É a melhor amiga de Mia desde o primário, Lilly é uma pessoa altamente inteligente e bastante opinativa que tem o seu próprio programa de televisão, intitulado de Lilly Tells It Like It Is (Lilly Diz A Coisa Como A Coisa É) em que discute coisas políticas e sociais. Até o penúltimo livro da série, o programa é comprado por uma rede de televisão e aparentemente é bem popular na Coréia do Sul. Mia pensava que Lilly iria permanecer trabalhando com coisas da TV, ainda tendo o seu próprio programa de televisão, mas Lilly optou por fazer faculdade de direito na Columbia.

Mia admira a bravura de Lilly, Lilly conhece sua personalidade forte e insensibilidade. Mia e Lilly muitas vezes gostam de conversar sobre a cultura popular, mas as opiniões de Lilly são diferentes de Mia, no entanto, fazendo com que elas briguem, especialmente quando Lilly é muito crítica com Mia sobre os sentimentos desta. No entanto, a atitude determinada de Lilly é o que, muitas vezes, mantém a mente de Mia no chão e a faz analisar as coisas, como a sua relação com Michael, o irmão mais velho de Lilly. Mia, inicialmente, estava com medo de contar para Lilly sobre o que ela sentia sobre Michael, mas, na verdade, Lilly foi uma das pessoas que ajudaram Mia e Michael ficarem juntos no Princesa Apaixonada (2002).

Lilly não é considerada tão bonita; Mia descreve o rosto dela como "carinha amassada de pug". Lilly, mesmo assim, consegue ter vários pretendentes românticos, como: Boris Pelkowski, Hank Thermopolis, Jangbu, J.P. e Kenny Showalter.

Boris Pelkowski foi o primeiro namorado de Lilly, mas o relacionamento dos dois terminam quando ela o traí no Princesa de Rosa-Shocking (2004) com um garoto imigrante Jangbu. No Princesa Na Balada (2006), Lilly começa a namorar com J.P., mas no Princesa No Limite, ele termina o relacionamento porque nunca a amou. Lilly fica furiosa quando descobre que Mia beijou J.P. e se recusa a falar com ela, criando, até mesmo, um site chamado euodeiomiathermopolis.com. Lilly é fria com Mia, especialmente quando ela tenta voltar a ser sua amiga, mas quando descobre que Mia pretende perder sua virgindade com J.P.M Lilly interfere e conta para Mia que ela e J.P. já transaram (J.P. mentiu sobre ser virgem para Mia) e que ele apenas está a usando para ser famoso em sua carreira de roteirista. Lilly também ajuda, novamente, a Mia e Michael ficarem juntos novamente, falando para Michael encontrar Mia no baile de formatura. As duas voltam a ser melhores amigas.

Michael Moscovitz[editar | editar código-fonte]

É o interesse amoroso de Mia em todas as séries.

Mia, inicialmente, acha que ela está apaixonada pelo popular Josh Richter, mas no segundo livro, ela reconhece seus sentimentos e descobre que está apaixonada por Michael Moscovitz. Do final do primeiro livro até o terceiro, Mia tem uma paixão "não-correspondida" por Michael, cujo revela ter os mesmos sentimentos por Mia no Princesa Apaixonada. Seu relacionamento continua até o segundo ano do ensino médio de Mia e em seu primeiro ano na Universidade de Columbia. A relação dos dois começa a ficar tensa, no Princesa Em Treinamento (2005), quando Michael diz a Mia que gostaria de fazer sexo enquanto Mia prefere esperar até a noite da formatura dela. Michael respeita a decisão de Mia mas, quando Michael está indo para o Japão, ele achou que seria mais fácil ter uma relação de longe porque ele "estava cansado de tomar banho frio". Mia propõe sexo a ele e acaba descobrindo que Michael transou com Judith Gershner, antes de descobrir que ele amava Mia, e os dois terminam. Michael acredita que Mia está arrependida e decide se reconciliar com ela antes de ir para o Japão mas, acaba se machucando ao a ver beijando J.P. Do mesmo jeito, Mia tenta voltar com Michael, porém ele diz que é melhor que os dois voltem a ser o que eram antes de namorar: apenas amigos. Os dois trocam emails regularmente.

Quando Michael volta do Japão depois de dois anos, ele flerta com Mia durante a entrevista feita por ela para o jornal da escola, Átomo. Mia acha que Michael continua incrivelmente "gostoso". Os dois, num almoço depois do Michael ter dado um CardioBraço para a Genovia, acabam se beijando, e mesmo sabendo que Mia tem um namorado, Michael declara que ainda ama Mia e esperará por ela. Os dois voltam a namorar no baile de formatura de Mia e no loft de Michael, os dois passam a sua primeira noite juntos.

Michael tem olhos castanhos, cabelo escuro e longo (por ele nunca ter tempo para cortar; no Princesa Para Sempre (2009), ele aparece com o cabelo cortado, como "um verdadeiro adulto") e ele é alto. Ele é extremamente bonito, legal, engraçado, inteligente e másculo, apesar de sempre ficar trancado em seu quarto, escrevendo músicas ou no computador o dia inteiro. Michael é romântico e talentoso. Embora muitas vezes ele brigue com sua irmã mais nova, Michael e Lilly são de fato irmãos e amigos próximos. Anteriormente, ele tinha o seu próprio e-zine chamado Crackhead, mas teve que fechá-lo após um post que dizia que Linux era melhor que o Windows, o que causou grande confusão. Um pouco depois disso, Michael decidiu começar com uma banda, chamada Skinner Box (nome sugerido por Mia), que se refere ao experimento de Ivan Pavlov. Michael teve um cachorro chamado Pavlov, cujo era o seu melhor amigo; ele faleceu em 2015. Michael tem alguns amigos, incluindo Boris Pelkowski. Michael é um aluno nota A e ajuda Mia em Álgebra, durante as aulas de S&T.

Mia insiste que ele é o terceiro cara mais bonito da AEHS depois de Josh Richter e Justin Baxendale; ela descreve o nariz de Michael como aquilino, boca "eminentemente beijável" e pescoço bastante cheiroso, cheirando como uma mistura de Tide, espuma de barbear e sabonete Ivory. Michael ama Mia do jeito que ela é, apesar de que seu comportamento neurótico pode ser bem frustante. Na verdade, Michael é quem se sente inseguro no relacionamento porque ele sabe que Clarisse não acha que ele é um consorte apropriado e todas as revistas dizem que Mia deveria namorar um membro da realeza ou uma celebridade como James Francos ou, como sua avó materna sugeriu, Zac Efron. Devido a isso, Michael acredita que se ele se mudar para o Japão e trabalhar no seu braço robótico poderia provar para todo mundo que ele, na verdade, é digno de namorar com uma princesa. Michael retorna para Nova Iorque como um multi-milionário e como o CEO e fundador da Pavlov Cirúrgica. Michael doa um CardioBraço para Genovia mesmo sabendo que a lista é longa, para ajudar o pai de Mia na eleição. Mia descobre que ela é ainda apaixonada por Michael, mas tenta convencer a si o contrário. Quando ela e Michael se beijam numa charrete, ela escreve:

Eu não posso fazer isso com J.P. Eu não posso. Ai, meu deus. Eu amo tanto o Michael.

Quando JP e Mia terminam devido a farsa de JP, ela e Michael voltam a namorar, passando a noite juntos.

No último livro, O Casamento da Princesa (2015), Michael resolve levar Mia até uma ilha no Caribe e lá é onde ele a pede em casamento; não precisamos nem ler para já sabermos que Mia disse um sim real (E ele fez tudo isso sabendo de toda a confusão que acontecia. Como ele próprio disse, os dois precisavam de um longo tempo para relaxar). Michael pede Mia em casamento, na verdade, por ter medo de perdê-la devido todas as coisas acontecendo. No fim do livro, Michael e Mia se casam e acabam descobrindo que serão pais de gêmeos.

Personagens secundários[editar | editar código-fonte]

  • Lars van der Hooten: O protetor segurança de Mia. Lars sempre acha que Mia está sendo ridícula em seus planos, mas ele acaba entrando em seus esquemas de qualquer maneira. Ele se dá muito bem com Michael (especialmente no primeiro livro, quando parece que Lars sabe que Michael gosta de Mia), não oferece nenhuma opinião sobre Lilly, e é amigo do ex-segurança de Tina Hakim Baba, Wahim. Lars também gosta da professora de francês de Mia, Mademoiselle Klein. Ele sabe como ser um "bobão" lá no fundo.
  • Tina Hakim Baba: Uma estudante da Albert Einstein High School, Tina é filha de um sheik arábio e uma ex-modelo britânica. Os outros alunos se referem a ela como "aberração". Por causa do status de seu pai, ela tem de andar com um segurança para a proteger; ela já teve dois seguranças: Wahim, que deixou de ser seu segurança para abrir sua própria empresa e Halim, seu atual segurança. Ela se isolava dos outros estudante até que Mia se senta com ela depois de uma briga que teve com Lilly, no primeiro livro. As três desenvolvem uma amizade inabalável, e Tina ajuda Lilly com seu programa de TV, através de sua gorda mesada. Primeiramente, ela saí com Dave Farouq-El-Abar, um garoto da Trinity School, e, depois que Dave termina com ela, ela namora com Boris Pelkowski depois que Lilly quebra o coração dele. Boris continua sendo seu namorado até o final da série, tendo um término bobo no último livro, mas que foi reatado depois de um grande esclarecimento. Depois que Mia e Lilly param de se falar, Tina começa ser a verdadeira melhor amiga de Mia. Tina constantemente lê livros românticos, fazendo com que Mia seja uma expert em romances, pela influência. Embora pareça ser uma garota boba com suas tranças negras, Tina consegue ser bem séria. Tina é leal a Mia, Mia sempre consulta Tina em assuntos sensíveis e não a Lilly, por causa de suas duras palavras. Tina acredita que um dia ela irá se casar com Príncipe WIlliam de Wales e para fazer isso, ela tem que permanecer virgem. Tina confessa ter transado com Boris no Princesa Para Sempre (2009). Tina optou por fazer faculdade de medicina, se tornando uma cirurgiã torácica.
  • Helen Thermopolis: É a mãe de Mia. Ela é uma pintora excêntrica e passa maior parte do tempo no estúdio, pintando, e engravida de Frank Gianini no segundo livro, dando a luz a Rocky Thermopolis. De acordo com Mia, ela é muito bonita e seu pescoço cheira como sabonete Dove e café, mas de acordo com o pai de Mia, seu pescoço cheira como frésias. Ela claramente quer o melhor para sua filha e é bastante carinhosa. Helen se torna viúva no último livro, acabando reatando o relacionamento com pai de Mia.
  • Frank Gianini: Professor de álgebra e padrastos de Mia. Ele namora com mãe de Mia, Helen, e se casa com ela quando ela engravida de Rocky, meio irmão de Mia. Ele toca bateria, o que incomoda os vizinhos. Ele não se incomoda com a fama de sua enteada e a trata como uma aluna dentro da escola, ele também revela ter um certo problemas com alunos usando celulares em sua classe (Causando o incidente de Lana no Princesa À Espera (2004)). Mia gosta das aulas extras que ele dá, para ajudar os ruins em álgebra. Frank faleceu em 2014, de infarto.
  • John Paul "J.P." Reynolds Abernathy IV: Anteriormente conhecido como "Cara Que Odeia Que Coloquem Milho No Feijão", J.P. conhece Mia no msuical da escola escrito por Grandmère. Mia pergunta a ele se ele quer se sentar junto com todos os seus amigos no Princesa Na Balada. Surpreendentemente fofo e talentoso, ele se torna um dos amigos de Mia. No sétimo livro, Lilly e J.P. se tornam um casal. J.P. tem ombros largos, cabelo curto e loiro, e olhos azuis. No oitavo e nono livro afirmam que Mia e J.P. são um casal bonito porque os dois são altos e loiros. J.P. e Mia, no nono livro, vão juntos para assistir "A Bela e a Fera" na Broadway depois dos acontecimentos passados, os dois prometem esquecerem os Moscovitzes. Os dois vão assistir o musical como amigos mas isso muda quando J.P. confessa que é apaixonada por Mia e eles se tornam um casal. Eles terminam no final do Princesa Para Sempre quando Mia descobre todas as mentiras que ele contou a ela e a real razão por ele estar com ela. Também, Mia descobre que ela ainda é apaixoanda por Michael, voltando com ele assim que termina com J.P. Depois dos dois terminarem, J.P. decide sair com outra garota, Stacey Cheeseman, quando Mia mente, dizendo que acha que Stacey gosta do J.P. No último livro, O Casamento da Princesa, J.P. é revelado ser o DemagogoReal, o stalker de Mia,depois que ele e Michael têm uma briga (onde o Michael pega o seu celular) e acaba se "voluntariando" para ir para a Rússia. Anteriormente, foi revelado que a carreira de roteirista de J.P. foi por água a baixo.
  • Boris Pelkowski: O violinista russo virtuoso e ex-namorado de Lilly Moscovitz. Ele costuma usar seu suéter dentro das suas calças, respirar pela boca e tocar seu violino na aula de Superdotados & Talentosos, onde todo mundo quer que ele fique quieto. A única opção da turma é trancando ele no almoxarifado para não ter que ouvi-lo tocar Stravinsky o dia inteiro. Depois que Lilly termina com ele, ele começa a namorar Tina Hakim Baba. Boris continua sendo seu namorado até o final da série, tendo um término bobo no último livro, mas que foi reatado depois de um grande esclarecimento. Durante o verão do segundo ano, ele ganha peso, faz uma cirurgia no olho e começa a ficar (Como Mia disse) bonito. No nono livro, Boris revela que ainda tem contato com Michael (eles tinham uma banda juntos e se tornaram amigos) e Boris implora para que Mia responda os emails de Michael então, ele não vai pensar que ela "esqueceu" dele. Boris, no último livro, é um cantor famoso, um superstar amado por suas fãs, Borettes.
  • Josh Richter: Namorado de Lana Weinberger até o quinto livro. Ele está na equipe de esperto e é representante de sua turma. Mia, uma vez, o descreveu como o garoto mais atraente da escola; ele é bastante alto, musculoso e olhos azuis eletrizantes. No final do primeiro livro, Josh Richter leva Mia para a Dança de Diversidade Cultura, onde ele a beija na entrada da escola. Sabendo que ele queria usá-la para ser famoso, Mia para de gostar dele e tenta evitá-lo, o que é difícil porque os dois são vizinhos de armário.
  • Lana Weinberger "Rockfeller": Uma líder de torcida popular com longos cabelos loiros, pele alva e olhos azuis bebê. Ela namora com Josh Richter desde o início do livro até as férias de verão entre o quinto e sexto livro, onde eles terminam por causa da longa distância da faculdade dele com a escola dela. Gretchen, irmã de Lana, começa a estudar na AEHS no oitavo livro e tem um personalidade semelhante a irmã mais velha. Lana é muito má com Mia até o nono livro, onde ela se torna amiga de Mia, já que Lilly não faz mais parte do seu círculo de amigos. No fim, Lana e Mia se tornam melhores amigas, e Mia percebe que Lana é uma ótima pessoa e não uma pessoa má, mesmo que ainda tenha um clima estranho entre elas. No começo, Lana provoca Mia constantemente, fazendo com que a princesa quebre o seu celular no terceiro livro. Mia também briga com Lana no sexto livro depois de Lana ter sido má com Perin Thomas. Lana gosta de chamar Mia de "Esquisitona". No último livro, Lana está casada com Sr. Rockfeller e tem uma filha com ele, a Iris.
  • Shameeka Taylor: Uma das amigas de Mia, ela tem um pai super-protetor. Depois que ela se junta ao grupo de líderes de torcida, Lana diz que a afro-americana foi colocada no grupo para "encher nosso grupo". Então, Shameeka se torna um pouco popular, aparentemente deixando o grupo de Mia entre o sétimo e o oitavo livro, permanecendo como uma boa amiga de Mia, mas ela volta no nono livro, quando Lana e Trisha se tornam amigas de Mia. Ela é atlética e uma das amigas mais atraentes de Mia, e, de acordo com Mia, é tão alta que pode colocar seus pés atrás da cabeça. Ela é elegante e sensível, e também bastante teimosa, ela se junta a grupo de líder de torcidas porque ela está cansada de deixar a líder de torcidas bonitona, Lana Weinberger, a perturbar. Ela também sabe tudo sobre maquiagem.
  • Ling Su Wong: É uma nipo-americana pintora amiga de Mia. Mia acha que ela é muito bonita; no primeiro livro, ela foi chamada para sair sete vezes. No sétimo livro, ela é a tesoureira do conselho estudantil, depois que Mia é eleita. Ela se concentra mais no estudo, ao invés de namoro, popularidade e bailes de formatura. É claramente afirmado no livro que Mia gosta dela, apesar de toda a sua nerdice. No décimo livro, ao invés de ir ao baile com um garoto, ela vai com outra garota, Perin; as duas namoram. Ela admira a mãe de Mia, Helen, porque ela é uma artista plástica. No último livro, Ling Su trabalha no Centro Comunitário Frank Gianini, com Perin
  • Príncipe René da Itália: Sua primeira aparição foi no Princesa Apaixonada, René é um primo distante de Mia. Clarisse tenta fazer com que os dois fiquem juntos, mas falha por falta de interesse de ambos. Ele é descrito como diabolicamente belo. Ele gosta de jogar tênis com a esposa do governador, jogar boliche de strip com Lilly e outros membros da realeza. No nono livro, René engravida a sobrinha de Condessa Trevanni, Bella, e eles se casam de repente; por mais que as circunstâncias sejam precipitadas, os dois parecem ser um casal feliz. No décimo livro, René tenta ganhar do pai de Mia na eleição para primeiro-ministro de Genovia, mas perde.
  • "Mamaw" Shirley Thermopolis e "Papaw" Thermopolis: Mãe e pai, de Indiane, de Helen quais ela constantemente evita. Mesmo assim, eles continuam mantendo contato, e são visto no segundo livro como o perfeito esteriótipo do estilo americano "cidade pequena". Helen tenta manter contato com eles assim como possível, devido desaprovação deles em ficar com Mia e em criá-la em uma criação liberal. Os Thermopolis têm uma loja de ferragens em Versailles, Indiana.
  • Hank Thermopolis: Primo de Mia, filho da irmã de Helen, Marie (Helen não se dá bem com Marie por ela ser uma republicana), e passa maior parte de sua vida em Indiana com seus avós. Quando eles vão visitar Helen e Mia em Manhattan, o estiloso e bonito Hank (quem Mia nunca notou que ela seu primo) desaparece com Lilly Moscovitz. Mia acha que eles estão apaixonados, mas ele confessou seu segredo de se tornar modelo para Lilly e ela o ajudou a entrar na Agência de Modelos e abrir um contrato com a Calvin Klein. Depois de convencer seus avós a ficar em Nova Iorque, Hank se torna um famoso modelo de roupas íntimas masculinas.
  • Kenneth "Kenny" Showalter: Primeiro namorado de Mia. Kenny é bom em biologia e química, e um fã fanático de anime. Ele queria descobrir a cura para o câncer quando ficasse mais velho. É notável que ele continua tendo sentimentos românticos por Mia mesmo depois deles terem terminado, sendo capaz até de dar uma caixa de bombons para Mia no Dia dos Namorados, enquanto ela estava em um relacionamento com Michael (Ocorreu no Valentines Princess, livro não lançado no Brasil). No sexto livro, ele finge ter uma namorada "perfeita" chamada Heather, mas mais tarde ele revela que ele inventou ela para fazer ciúmes em Mia. Kenny, depois de muito tempo, começa a namorar Lilly, cuja é mais similar a ele do que Mia é. Os dois terminam na época de faculdade, quando Kenny resolveu acampar no campus da Universidade de Columbia porque não queria assistir aula. Kenny é, como Mia, alto, loiro e magro, e Mia acha que ele é bastante fofo, mas acha a ideia de beijar ele um tanto revoltante.
  • Perinne "Perin" Thomas: Uma estudante na AEHS. De primeira, Mia e suas amigas não conseguiam descobrir se Perin era um menino ou uma menina. Ela revela ser uma menina durante uma aula e acaba se tornando amiga de Mia. Ela é, de novo, confundida com um garoto no musical de Grandmére, onde ela ganhou um papel masculino. Perin é uma pessoa bem legal, ela perguntou para Mia se ela estava bem depois que Michael anunciou estar se mudando para o Japão, e, também ficou chocada ao ver o novo cabelo de Mia no oitavo livro, mas não disse nada sobre. Ela é surpreendentemente forte e bem-educada. No Sweet Sixteen, spin off do sétimo livro, Perin e Lingsu aparentam estar namorando e isso é confirmado, mais tarde, no décimo e no último livro. No último livro, Perin trabalha no Centro Comunitário Frank Gianini, com Lingsu.
  • Trisha Hayes: Apareceu a partir do sexto livro e é conhecida como Trish; é uma das clones de Lana e a ajuda a aterrorizar Mia, mas mais tarde se torna amiga dessa depois que Lana vira também. Trisha é, como Lana, bonita, popular, e é bastante malvada com muitos estudantes, mas Sr. Harding, um professor de Geometria, uma vez a fez chorar por causa de seus triângulos mal feitos. No último livro, é revelado que Mia e Trisha não mantém muito contato porque Trisha se casou.
  • Judith Gershner: Uma amiga do Michael, cuja Mia suspeita de ter sentimentos românticos por Michael. Ela mais tarde se torna o motivo do término de Mia e Michael, no final do oitavo livro, porque ela fez sexo com Michael no terceiro livro e ele não contou a Mia sobre isso. Ela é conhecida por ser ágil e por ter clonado moscas da fruta.
  • Karen Martinez: Uma professora de inglês excessivamente crítica que exige mais da escrita de Mia, e isso pode ser uma desculpa para pegar no pé de Mia. Tina acha que ela é bastante bonita, comparando ela com Maggie Gyllenhall, e comenta sempre sobre suas roupas, mas ela se volta contra Karen depois do seu B em Inglês. Mia e J.P. decidem que ela, simplesmente, não gosta do estilo da escrita deles. No décimo livro, Karen e Arthur entram num relacionamento, mas logo terminam.
  • Rocky Thermopolis-Gianini: Meio-irmão de Mia; filho de Helen e de Frank Gianini, o professor de Álgebra de Mia. Mia é muito protetora com ele, tanto que Helen se irrita com Mia por a mesma pensar que ela é incapaz de cuidar de seu segundo filho. Lilly também fala que Mia é super protetora com ele, repetidamente chamando-a de Babona de Bebê. Rocky é bastante fofo mas um pouco fora do peso. No último livro, Rocky já é um pré-adolescente, mas é um garoto que é fanático por dinossauros e peidos, tendo dificuldade na escola.
  • Sebastiano Grimaldi: O segundo primo de Mia, e segundo na linha do trono de Genovia dpeois de Mia. Ele é um estilista que desenha alguns dos vestidos de Mia, e tem problema de fala (exemplo, "mantei" ao invés de "manteiga"). Ele tirou fotos de Mia testando vestidos e publicou no jornal, mas se desculpou fazendo para ela um vestido bastante bonito para o Baile Inominável de Inverno, qual se torna a melhor noite da vida de Mia. No décimo livro, ele se torna um estilista famoso e tem uma linha de jeans no Walmart. No último livro, Sebastiano desenha o vestido de noiva de Mia duas vezes, um antes dela descobrir que estava grávida.
  • Ruth e Morty Moscovitz: Pais de Michael e Lilly. Ambos são psicanalistas. Eles se separaram no sétimo livro, mas reataram no oitavo livro. Como mostrado em um dos livros, eles tendem a se concentrar demais em suas próprias vidas e preocupações. Quando vão conversar sobre assuntos sensíveis com seus filhos, eles tendem a psicanalisá-los, bem como, um hábito que teve um péssimo efeito em Lilly. Michael, que é mais perceptivo, evita a atenção deles, ficando mais no seu canto, para evitar a psicanálise. Lilly herdou sua inteligência e sua capacidade de psicanalisar as pessoas deles.

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

  • O Diário da Princesa, volume 1 Mia Thermopolis, uma típica adolescente americana, recebe uma notícia que muda sua vida. Seu pai, um príncipe que teve um caso com sua mãe muitos anos antes, descobre que não pode mais ter filhos. Ou seja, Mia se torna a única herdeira do trono de Genovia. Assumir a coroa não será fácil. Antes de subir ao trono, Mia terá que passar por um treinamento duro com sua temida avó. Se o sonho de muitas meninas da idade de Mia é ser uma princesa, para ela isso pode se tornar um pesadelo.
  • O Diário da Princesa, volume 2: Princesa Sob os Refletores — Depois de descobrir que é a única herdeira do trono de um pequeno país europeu, Mia ainda terá muitas surpresas antes de sua apresentação ao povo de Genovia, no fim de ano. Como se não fosse o suficiente ter lições de como ser princesa com sua impiedosa avó, a matriarca da família arranja uma entrevista na televisão para Mia, que se apavora com a ideia de falar para milhares de pessoas. O que uma menina como ela poderia dizer? Mas o drama de Mia só está começando...
  • O Diário da Princesa, volume 3: Princesa Apaixonada — Princesa Amelia Mignonette Grimaldi Thermopolis Renaldo para ser a garota mais sortuda do mundo. Para começar, ela é uma princesa. Ela vive em Nova Ioruqe. E mesmo que ela não seja uma supermodelo, espelhos não requebram ao refleti-la. Melhor de tudo, ela finalmente tem um namorado. A verdade é, no entanto, que Mia passa todo seu tempo fazendo uma de três coisas: preparando seus nervos para não arruinar sua apresentação para Genovia sob a escravista, mas elegante, Grandmére; caminhando através do grande e único congestionamento de Manhattan, e tentando evitar beijos de seu infeliz namorado Kenny. Tudo o que ela sempre quis foi um pouco de paz e silêncio... e um certo alguém para ser seu namorado. Para Mia, ser uma princesa apaixonada não é o conto de fadas que era para ser... ou é?
  • O Diário da Princesa, volume 4: Princesa à Espera — Ninguém antes o mundo viu tal princesa. Nem ter seus próprios assuntos para essa matéria. A introdução real de Mia para Genovia teve resultados mistos: enquanto ela foi aplaudida pelo seu senso de moda, sua posição na instalação de parquímetros é recebida com resistência. Mas os políticos da burocracia não são nada perto dos reais problemas de Mia. Entre encontros cancelados com seu atual príncipe consorte, um temido segundo semestre de Álgebra, mais lições de princesa de Grandmére como resultado dos parquímetros genovianos, e sua incapacidade de parar de roer suas unhas, não existe nada que Mia é boa além de herdar títulos reais indesejados?
  • O Diário da Princesa, volume 4 1/2: Project Princess Livro não publicado no Brasil. O que existe na Terra que a princesa gosta? A maioria das princesas preferem passar suas férias de primavera em Gstaad, ou algum outro lugar impronunciável e quente da Europa. Não essa aqui. Com um martelo na mão, Princesa Mia embarca numa aventura épica para alguém tão reconhecido: junto com seus colegas de classe de escola, ela está construindo casas para os menos afortunados. Não demora muito para Mia perceber que ajudar os outros é um trabalho bem difícil. Será que ela vai se esforçar? Será que a casa irá colapsar devido a construção desajeitada? E mais importante, será que Michael vai parar de trabalhar tanto para beijá-la?
  • O Diário da Princesa, volume 5: Princesa de Rosa-Shocking — Até mesmo as princesas têm sonhos. As coisas estão boas para Mia: Ela é a mais nova membra do jornal da escola, e seu milagrosa conclusão como caloura em Álgebra está ao virar a esquina. Mas ela está prestes a ganhar um novo irmão ou irmã. As coisas podem ficar melhores? Mas em seu coração dos corações, Mia tem um desejo: passar a noite com Michael em um smoking e uma pulseira de flor em seu pulso. Em outras palavras, um BAILE DE FORMATURA. Michael, no entanto, não parece compartilhar o sonho de ir ao baile de formatura. Pior ainda, uma greve de funcionários (como Grandmére e Lilly do lado oposto) ameaça a existência do baile. Será que a greve vai terminar a tempo? Será que Michael parará de ser antibailes? E mais importante, será que Mia irá vestir seu vestido rosa-choque?
  • O Diário da Princesa, volume 6: Princesa Em Treinamento — Princesa para presidente! Presidente do conselho estudantil, é isso. A culpa é toda da super-master melhor amiga e agente de campanha da Princesa Mia, Lilly, que nomeou ela em primeiro lugar. Não é assim que Mia imaginou começar seu ano de caloura, mesmo com Grandmére achando que se ela governar a escola parece uma boa prática para, um dia, governar Genovia. E como sempre, Mia tem problemas maiores para lidar. Geometria parece ser bastante difícil para uma novata em Álgebra, e um B chocante em seu primeiro texto em Inglês deixa Mia tonta. E Michael, seu único amor verdadeiro, na parte alta da cidade, a deixa sem motivos para levantar e ir para a escola de manhã. A gota d'água é o que Lana sussurra para ela na fila do almoço sobre o que os garotos universitários esperam de suas namoradas. Realmente... isso é mais do que uma princesa em treinamento pode aguentar.
  • O Diário da Princesa, volume 6 1/2: O Presente da Princesa — Mia daria todas as jóias de Genovia para ter o presente perfeito. Todo ano, Princesa Mia passa os feriados de Natal em Genovia com Grandmére. Nesse ano, ela está procurando o presente de Natal mais perfeito que já existiu: seu namorado, Michael, e sua melhor amiga, Lilly, estão indo para Genovia. Mas até mesmo os planos de uma princesa podem dar errado. Lilly precisa aprender bastante sobre o protocolo do palácio, e Mia tem de ensiná-la como se comportar, não há tempo para descansar debaixo do visco com Michael. Pior de tudo, Mia ainda não achou o presente perfeito. Mia terá tempo para ver que o presente perfeito não tem nada a ver com caixas internacionais do correi e sim com o amor real?
  • O Diário da Princesa, volume 7: Princesa Na Balada — Princesas só querem se divertir. Nessa primavera, Mia está determinada em se divertir, apesar de que o conselho estudantil, qual Mia reside, está quebrado. Felizmente (ou infelizmente, depende de como você vai ver isso), Grandmére elaborou um esquema para levantar dinheiro, capturar Mia para a fama teatral, e vinculá-la com um adolescente solteirão que não é o namorado dela. Não é à toa que Michael, o amor da vida dela, parece achar que ela é uma psicopata, ou pior: não muito divertida. É possível que Mia, prestes a ser uma estrela no palco, presidente de um conselho estudantil e futura governante de Genovia, sabe como festejar?
  • O Diário da Princesa, volume 7 1/2: Sweet Sixteen Princess Livro não publicado no Brasil Dezesseis é o número mágico. Mia nunca tem sorte com festas, por isso mesmo que no seu décimo sexto aniversário, ela não quer uma festa de aniversário. Como sempre, Grandmére tem outras ideias, e acha que um reality show especial é perfeito para celebrar o aniversário da princesa. Todo o esquema cheira a Lilly, cuja tem um programa de TV local. Será que Mia vai conseguir para o plano de Grandmére? Será que seus amigos vão perdoá-la por parar esse plano que envole jatinhos particulares genovianos que deixariam Paris Hiltons verde de inveja? Por que Mia não consegue ter o que ela realmente quer: uma noite sozinha com Michael? Com um pouquinho de sorte, esse doce aniversário de dezesseis anos só poderia levar a princesa a ganhar o seu pedido: um aniversário romântico.
  • O Diário da Princesa, volume 7 3/4: Valentines Princess Livro não publicado no Brasil Dia dos Namorados significa flores, chocolates e tudo o que há romântico. Ou seja, isso sempre significa aquelas coisas. Mas quando você é a Princesa Mia, nada acontece do jeito que deveria acontecer. Por um lado, Grandmére parece determinada a provar que "Aquele Garoto" (ou Michael, como é comumente conhecido) não é o certo para a princesa de Genovia. E Mia não está tendo muita sorte em provar o contrário, desde que Michael é decidido ems er contra qualquer comercialização explorativa (Dia dos Namorados, como é comumente conhecido). Se Boris consegue abertamente declarar seu amor por Lilly, e até mesmo Kenny vem com uma caixa de bombons. Por que Michael não consegue se transformar no cupido e dizer a Mia que ele a ama - de preferência com algo embrulha em vermelho ou rosa e acompanhado com rosas - a tempo de provar que ele é o verdadeiro príncipe de Mia?
  • O Diário da Princesa, volume 8: Princesa No Limite — No oitavo livro, Princesa Mia se vê enfrentando alguns problemas difíceis. Ela é um júnior agora, e mesmo se ela já passou por Álgebra novata e Geometria caloura, não há como ela conseguir passar em Pré-Cálculo. No topo de toda discussão matemática, seu amado namorado, Michael, está indo para o Japão por um ano. Pré-Cálculo está preparando a pior separação do mundo!
  • O Diário da Princesa, volume 9: Princesa Mia — Mia Thermopolis conseguiu atingir um nível baixo como sempre: Sua melhor-amiga não está falando com ela. Sua avó está contando sobre levá-la para a sociedade de mulheres mais exclusiva do mundo. Alguém está postando coisas horríveis sobre ela no www.euodeiomiathermopolis.com. E, claro: Seu namorado de longa data acabou de terminar com ela. Mas, apesar do que a imprensa de Nova Iorqe parece acreditar, essa princesa tem mais na cabeça dela do que recrutar um novo Príncipe Encantado, incluindo alcançar sua auto-realização e - graças a Grandmére - resolver um mistério real de quatrocentos anos que está prestes a definir Mia como a mulher que levou GRANDE mudanças para o pequeno principado de Genovia. Mas Mia está realmente pronta para se livrar de sua tiara... especialmente se isso significa destruir uma dinastia?
  • O Diário da Princesa, volume 10: Princesa Para Sempre — Mia está pronta para abandonar sua tiara. Mas será que Manhattan está pronta para dizer adeus para sua princesa favorita? O que não para amar em sua vida?
  1. Seu trabalho de conclusão? É um livro romântico (Liberte o Meu Coração) que ela escreveu em segredo, e ninguém quer publicar...
  2. E a campanha de Príncipe Phillipe nas eleições de Genovia não estão indo mundo bem, graças ao seu repugnante primo René, quem decidiu concorrer contra ele.
  3. Seu adorável namorado J.P. é tão doce e parece ser perfeito. Mas, será que ele é o único?
  4. Seu primeiro amor, Michael, está de volta do Japão... e de volta em sua vida.

Com não apenas o de Genovia, mas o seu próprio futuro, está pendurado na balança. Mia tem algumas escolhas em onde fazer faculdade, que tipo? Como ela pode decidir o que determinará o que ela irá fazer não apenas pelos próximos quatro anos, mas...

... Para Sempre!

  • O Diário da Princesa, volume 11: O Casamento da Princesa — Para Princesa Mia, os últimos cinco anos, desde a sua graduação na faculdade, têm sido um turbilhão de atividades. Vivendo em Nova Iorque, trabalhando em seu novo centro comunitário para adolescentes, sendo totalmente apaixonada, e indo para compromissos reais. E falando em compromissos, o lindo namorado de longa data de Mia, Michael, conseguiu limpar ambas agendas para passar tempo suficiente em uma exótica (e bastante privada) ilha no Caribe, onde ele fez a grande pergunta! Claro que Mia não precisou consultar o seu diário para saber que sua resposta era um sim real.
Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Livros spin-offs[editar | editar código-fonte]

  • O Diário da Princesa Improvável, volume 1 Livro ainda não publicado no Brasil (previsto para o 2º semestre de 2016) Olivia Grace Clarisse Mignonette Harrison é uma garota de doze anos normal (com exceção de seu nome, sua habilidade de desenhar animais, e o fato de que ela é meia-orfã que nunca conheceu seu pai e foi forçada a viver com sua tia e seu tio). Ela continua sendo uma garota normal até um dia onde tudo dá errado. A garota mais popular da escola, Annabelle Jenkins, ameaça a bater nela, o diretor dá a ela uma advertência e ela cai no ponto de ônibus. Até que uma limosine contendo a Princesa Mia Thermopolis da Genovia (!!!) chega, e leva Olivia para Nova Iorque para, finalmente, conhecer seu pai que a convida para morar com ele, Mia, Grandmére, e seus dois poodles fabulosos... Talvez Olivia não seja tão normal depois disso!
  • From The Notebooks Of A Middle School Princess, volume 2: Royal Disaster Livro ainda não publicado no Brasil — Olivia Grace ainda acha que é difícil acreditar que ela é a princesa de Genovia de verdade. E que ela mora no palácio com sua nova descoberta família e dois poodles fabulosos. E, claro, com seu próprio PÔNEI!

Claro que as coisas não estão indo como ela imaginava. Sua meia-irmã Mia está bastante ocupada aprendendo como governar o país enquanto tenta planejar seu próprio casamento e seu pai está se casando com a mãe de Mia! - e passando a maior parte do tempo renovando o palácio de verão, mais que Grandmére diz que ele está se escondendo das preparações do casamento. Olivia quase nunca os vê.

Felizmente, Grandmére tem seus próprios planos para o casamento de Mia, e precisa da ajuda de Olivia para conseguir executá-los. Justamente quando Olivia acha que as coisas vão começar a funcionar, o palácio é invadido por uma manada de novos primos e outros membros da realeza que parecem odiar Olivia (Grandmére disse que eles só estão com inveja).

Com o dia do casamento ficando cada vez mais perto, Olivia fica cada vez mais preocupada. Por mais que tudo estivesse sendo planejado com cuidado, parece que MUITA coisa está indo bem mal. Será que Olivia consegue manter esse casamento real longe de se tornar um desastre real?

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: O Diário da Princesa