Dia da mentira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Dia da Mentira)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Há muitas explicações para o 1 de abril ter se transformado no dia da mentira, também conhecido como dia das mentiras, dia das petas, dia dos tolos (de abril) ou dia dos bobos. Uma delas diz que a brincadeira surgiu na França. Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril.[1]

Em 1564, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o ano novo seria comemorado no dia 1 de janeiro. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, pelo qual o ano se iniciaria a 1 de abril. Gozadores passaram então a ridicularizá-los, a enviar presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como plaisanteries.

Em países de língua inglesa o dia da mentira costuma ser conhecido como April Fools' Day, "Dia dos Tolos (de abril)"; na Itália e na França é chamado respectivamente pesce d'aprile e poisson d'avril, literalmente "peixe de abril".

No Brasil, o primeiro de abril começou a ser difundido em Minas Gerais, onde circulou A Mentira, um periódico de vida efêmera, lançado no 1º de abril de 1828, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. A Mentira saiu pela última vez a 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.

Entre a população teutófona do sul do Brasil, onde a vasta maioria fala o dialeto alemão-riograndense (Riograndenser Hunsrückisch), o primeiro de abril se chama der Aprilscherz (a pegadinha de abril), sendo a vítima chamada de der Narr no masculino e die Narrin no feminino, aplicando-se frequentemente os vulgos termos der Dappes e der Dummkopp (o bobão). Na Alemanha o primeiro de april como Aprilschertz primeiramente foi registrado na Baviera em 1618, sendo que essa popular tradição germânica certamente foi introduzida pelas primeiras levas de imigrantes alemães que se assentaram permanentemente no Rio Grande do Sul a partir de 1824. Segundo a tradição, além de contar mentiras, existe o costume de se enviar uma pessoa desavisada a cumprir tarefas sem fundamento ou levar informações sem nexo para outrem.

Na Galiza (Espanha) o dia é conhecido dia dos enganos.

Peças do Dia da Mentira que ficaram famosas[editar | editar código-fonte]

  • Kremvax: uma das primeiras peças pregadas na internet no Dia da Mentira.
  • Ilha de San Serriffe: O jornal britânico The Guardian publicou um suplemento em que mencionava esta ilha ficcional. O nome da ilha vem de "sans-serif", uma família de tipos tipográficos.
  • Plantação de espaguete: O canal de televisão BBC no programa Panorama apresentou em 1957 uma reportagem falsa sobre árvores de espaguete. Muitas pessoas interessaram-se em plantar árvores de espaguete em suas propriedades.

1999[editar | editar código-fonte]

  • A atriz Fernanda Montenegro, apareceu na capa do Jornal Cruzeiro do Sul [2] exibindo sua conquista: Uma estatueta do Oscar por melhor atriz[3]. Na mesma página, havia notícias como: a elevação do salário-base do operário brasileiro para R$ 3 mil em razão da "crescente oferta de emprego", inauguração da Universidade Pública de Sorocaba, contratação do jogador Ronaldinho pelo São Bento, o Rio Sorocaba com as águas azuis e um pescador exibindo um dourado de 7 quilos no trecho urbano, A Rodovia Raposo Tavares duplicada, a descoberta das curas da Aids e da obesidade. O rendimento da poupança a 20% ao mês, e o dólar a R$ 0,50 abriam a seção econômica. A capa "verdadeira" havia sido transferida para a página 2. As "falsas" notícias, no entanto, renderam muita leitura. "Acossado por um volume exageradamente alto de más notícias, o leitor sente, neste momento, a necessidade de fantasiar um pouco", explicava o jornal. A brincadeira rendeu muitos telefonemas à redação[4], mas a maioria para elogiar a iniciativa, segundo o redator chefe, Djalma Benette.

2005[editar | editar código-fonte]

2006[editar | editar código-fonte]

2008[editar | editar código-fonte]

  • O site de relacionamentos Orkut altera temporariamente a sua logomarca para Yogurt, um jogo de letras com o nome original.
  • A Wikipédia anuncia que apagará todas as imagens da Wikipédia lusófona por problemas de Copyright.
  • No site de imagens DeviantArt houve o aparecimento de Mudkips nos avatares.

2009[editar | editar código-fonte]

  • O site inglês "F1live" aproveitou o 1º de abril, dia da mentira, para lançar a falsa notícia de que Lewis Hamilton teria trocado a McLaren pela Brawn.
  • 1º de abril tem Youtube de cabeça para baixo e piloto automático no Gmail.
  • O site de downloads BaixaKi anuncia o projeto Windows 8, uma versão revisada do Windows 7.
  • O jogo league of lengends anúncio um champion chamado URF

2010[editar | editar código-fonte]

2011[editar | editar código-fonte]

2012[editar | editar código-fonte]

2013[editar | editar código-fonte]

  • O Google anuncia o Google Nose, uma ferramenta para transmitir cheiros. Segundo o site, bastava aproximar seu nariz da tela por alguns segundos. O botão "Cheirar" aparece em algumas pesquisas Google, como "Cachorro molhado" ou "Fralda", e o botão "Compartilhar" permite divulgar o cheiro em sua conta Google Plus [1]
  • O Google Maps lança uma versão chamada "Caça ao Tesouro", lembrando os famosos mapas da época dos piratas. Além disso, um mini-game permite encontrar ícones de tesouros pelo mundo [2]
  • O site DeviantArt lança o DeviantHEART, uma plataforma que permite encontrar sua cara-metade artística baseado em um algoritmo complexo que usa "50 níveis de compatibilidade" (de forma escondida, o site revela que "o código não existe - o resultado é randômico") [3]

Referências

  1. Abril, Primeiro de, pag. 17 - Grande Enciclopédia Universal - edição de 1980 - ed. Amazonas
  2. http://www.dgabc.com.br/Noticia/201761/jornal-de-sorocaba-traz-noticias-falsas-?referencia=buscas-lista
  3. http://www.guiadoscuriosos.com.br/categorias/1252/1/manchetes.html
  4. http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/showNews/fd200499.htm
  5. a b c Portal Terra - Google e Youtube comemoram o dia da mentira[ligação inativa]
  6. Portal MSN - 1º de abril rende 'venda' de português Cristiano Ronaldo à Espanha por R$ 369 mi
  7. Portal de notícias do Grupo Bandeirantes - Google anuncia falsas ferramentas no 1º de abril
  8. Revista Veja - Dia da Mentira na web tem viral de 1911 e e-mail corporal
  9. Jornal Floripa[necessário verificar]
  10. Carsale - No dia da mentira, homenagem à BMW M3 picape
  11. Primeira Edição[necessário verificar]
  12. Google Maps
  13. Google Fiber
  14. Choose Opera
  15. Ubuntu - Introducing Ubuntu for Eyewear

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dia da mentira