One Canada Square

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
One Canada Square
One Canada Square
Londres, Reino Unido
51°30′18″N 00°01′12″W
Status Completo
Período de construção 1988-2001
Altura
Antena 235 m
Características
Elevador 32[1]
Construção
Arquiteto César Pelli
Contratante Olympia and York
Proprietário Grupo Canary Wharf

O One Canada Square é um dos arranha-céus mais altos do mundo, com 235 metros (771ft). Edificado como parte do Canary Wharf na cidade de Londres, Inglaterra, foi concluído em 1991 com 50 andares. É um dos prédios comerciais mais altos do Reino Unido, segurando o título de edifício mais alto por mais de 18 anos. Em 2012 perdeu esse título para o arranha-céu The Shard, situado na margem oposta do Tâmisa.

História[editar | editar código-fonte]

A história do One Canada Square está relacionada com o Canary Wharf, o complexo do qual faz parte. O prédio foi projetado pelo arquiteto argentino César Pelli juntamente com Adamson Associates e Frederick Gibberd Coombes e finalizado em 1991, tornando-se o edifício mais alto de Londres.[2][3]

É um arranha-céu em forma de obelisco, construído em 1991, no distrito da Ilha dos Cães. O edifício recebeu o nome de Canadá, pois foi construído pela empresa canadense Olympia and York.[3] Logo após a sua conclusão, a empresa faliu. O nome do prédio é também o endereço, mas o prédio é igualmente conhecido como Canary Wharf Tower, pois faz parte do complexo de escritórios de Canary Wharf, em Docklands.

A torre causou muita interferência na emissão de sinais televisivos, para a população que habita as áreas próximas na Ilha dos Cães, chegando a julgamento da Câmara dos Lordes.

O One Canada Square também apareceu em muitos anúncios de TV e no programa de TV The Apprentice, mas era um centro de transmissão por direito próprio. Na década de 1990, a torre alojou a estação de televisão L!VE TV.[4]

O prédio é ladeado por dois outros arranha-céus que foram construídos dez anos depois e ambos com 200 metros de altura: HSBC Tower (8 Canada Square) e Citigroup Centre (25 Canada Square).

Acesso público[editar | editar código-fonte]

Os andares não são abertos ao público, já que abrigam escritórios do setor financeiro. Não existe plataforma de visualização. Porém, o térreo e a Canada Square são abertos ao público e existe um centro comercial no subsolo.

Altura[editar | editar código-fonte]

O Grupo Canary Wharf afirma que o prédio possui 244 metros de altura, sendo que o prédio possui 235 metros. Dispõe de 50 andares (menos do que o número originalmente planeado de 60). No seu telhado existe uma pirâmide de 11 toneladas e perto de 40 metros de altura. O One Canada Square conquistou o título de edifício mais alto do Reino Unido em Agosto de 1991, um recorde que vem mantendo por mais de 18 anos. Em 2012 perdeu o título para o arranha-céus The Shard, situado na margem oposta do Tâmisa.

Algumas empresas localizadas no prédio[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Canary Wharf Group plc». www.canarywharf.com. Consultado em 25 de julho de 2009. Arquivado do original em 5 de abril de 2008 
  2. 2005-03-18T00:00:00+00:00. «Faster, higher, stronger». Building (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2021 
  3. a b Hobhouse, Hermione (1994). «"Modern Docklands: Gazetteer of modern non-housing developments", "Survey of London: volumes 43 and 44: Poplar, Blackwall and Isle of Dogs"». www.british-history.ac.uk. Consultado em 3 de junho de 2021 
  4. a b «Map of Canary Wharf and the Isle of Dogs film» (PDF). 27 de maio de 2008. Consultado em 3 de junho de 2021. Cópia arquivada (PDF) em 3 de junho de 2021 

Ver também[editar | editar código-fonte]